Poder

A injustiça foi corrigida em Araioses

Ação que visava tão somente perseguir a servidora pública Alzenir Rodrigues e tentar enfraquecer o Sindicato dos Servidores Públicos de Araioses – SINDSEPMA foi articulada pelo governo de Valeria do Manin em outubro de 2014. Tal ação gerou uma série de transtornos de ordem moral e financeira à funcionária pública e a entidade.

Mas por se tratar de ato inconstitucional e de cunho unicamente político tentar cassar direito classista de servidor, a assessoria jurídica do sindicato de imediato acionou o judiciário e a injustiça foi corrigida.

Na época, assim como nos dias atuais, a prefeita Valéria já vinha sem sucesso tentando de todas as formas fechar o sindicato. Inclusive deixou de repassar por quase um ano a contribuição sindical dos servidores à entidade. (Situação ainda persiste).

Com os avanços conquistados pelo SINDSEPMA e a consolidação da entidade na sociedade araiosense, o governo de Valeria do Manim tentou destruir a diretoria cassando a licença classista de seus membros. Ação frustrada logo na primeira tentativa com a servidora Alzenir Rodrigues, Secretária Geral da entidade e sindicalista atuante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários