Poder

Lula será investigado por tráfico de influência

Após apuração preliminar, procuradores viram indícios para investigá-lo. Assessoria do Instituto Lula disse que ex-presidente não irá se manifestar.

Do G1, em Brasília

Lula, ex-presidente.

Lula, ex-presidente.

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu inquérito para investigar suposto tráfico de influência internacional do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para favorecer a construtora Odebrecht, uma das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. Após uma apuração preliminar, deflagrada depois de ter sido protocolada no MPF uma representação apontando suspostas irregurilaridades cometidas pelo ex-presidente, os procuradores da República disseram ter identificado indícios suficientes para investigá-lo.

Além de abrir o inquérito, o MPF do Distrito Federal solicitou o compartilhamento de provas da Lava Jato para incluir na investigação criminal envolvendo Lula. A apuração do petista está sob a responsabilidade do núcleo de combate à corrupção.

Ao G1, a assessoria do Instituto Lula informou que o ex-presidente não irá se manifestar sobre a abertura do inquérito.

Em maio, a revista Época revelou que o Ministério Público Federal no DF estava investigando o ex-presidente da República. Na ocasião, a reportagem reproduziu o pedido de apuração preliminar que citou “supostas vantagens econômicas” obtidas, direta ou indiretamente, por parte de Lula da Odebrecht entre 2011 a 2014.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários