Poder

Executivo afirma em depoimento que Edson Lobão está envolvido em esquema de corrupção

Senador Edison Lobão

Senador Edison Lobão

Não demorou muito, quase nada, para o nome do nosso conterrâneo ser citado nos depoimentos de quem foi preso na 16ª fase da Operação Lava Jato. Flávio Barra, presidente global da AG Energia, empresa que está ligada ao grupo Andrade Gutierrez, afirmou em seu depoimento ontem (30), que o empreiteiro Ricardo Pessoa lhe pediu propina em nome do senador Edison Lobão (PMDB).

O ex-ministro de Minas e Energia ainda ocupava o cargo quando Ricardo Pessoa, dono da UTC, fez o pedido em uma reunião referente a obras de Angra 3, em agosto de 2014. O depoimento foi confirmado pelo advogado de Barra, Roberto Telhada.

Flávio Barra foi preso temporariamente nesta semana, com Othon Luiz Pinheiro da Silva, diretor-presidente licenciado da Eletronuclear. Os dois são investigados por lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção nas obras da usina nuclear de Angra 3, localizada na praia de Itaorna, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

A defesa de Lobão não quis, até o momento, se pronunciar sobre o assunto. Por que será?

Essa novela ainda renderá capítulos mais quentes. Vamos aguardar…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários