Poder

Procuradoria cancela investigação de indicações políticas em cargos da saúde

A Procurador do Trabalho da 16ª Região, Anya Gadelha Diogenes, instaurou e depois arquivou procedimento para investigar fatos relacionados a indicações políticas em cargos de alta relevância na Saúde Pública.

Tais indicações políticas acabam prejudicando o andamento do serviço público pela falta de habilidades e capacitação das pessoas indicadas já que, para ocupar um cargo de altíssima importância é necessário ter conhecimento elevado em gestão pública.

A maioria dessas contratações são de pessoas da base eleitoral de políticos. Pessoas sem a menor capacidade de exercer tais funções prejudicam o funcionamento da Secretaria. O concurso público promovido por OSCIPS é pouco divulgado em claro favorecimento de uma minoria.

O uso político dos cargos públicos como moeda de troca, ocasionando a demissão de trabalhadores e nomeação de indicados na cota dos financiadores da campanha de partidos políticos, é o que verdadeiramente rola por baixo dos panos. Resultando, então, na queda da qualidade no atendimento prestado pela rede de saúde.

Inicialmente foi formulado a queixa à Coordenadoria Regional de Combate às Irregularidades Trabalhistas na Administração Pública na pessoa dos procuradores Fernanda Furlaneto e Luciano Aragão, que encaminharão para a Coordenadoria de Direito Difuso e Coletivo , que por sorteio ficou com Anya Gadelha Diogenes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Procuradoria cancela investigação de indicações políticas em cargos da saúde”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. ALIN

    Eu duvido se algum desses prefeitos aderisse a extorsão que voces blogueiros fazem, se tu postava alguma coisa a esse respeito! A policia deveria era investigar esses blogueiros por extorsão isso sim. Não iria sobrar nenhum.

  2. Silva

    Neto a quem vamos recorrer… A PRT arquivo a denúncia, na AL nenhum deputado de oposição se manifesta, o Governo Flávio Dino silencia…. enquanto isso para ingressar na SES-MA tem que esta na cota politica de algum partido ou financiador…

  3. Kar Mendonçala

    Por ventura houve algum concurso público para a SES? Com saúde não se brinca Sr. Secretário Fantoche.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários