Poder

Prefeito de São Mateus pode ser preso; cheque é encontrado com agiota

O prefeito da cidade de São Mateus, Hamilton Nogueira Aragão, o Miltinho, pode ser preso na próxima operação da Polícia Civil e do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). Foi encontrado a prova do crime que complica a vida do gestor.

Durante a Operações Morta-Viva e Maharaja, que levou para cadeia uma organização criminosa (ORCRIM), homens da polícia arrombaram o cofre do agiota Josival Cavalcanti da Silva, o Pacovan, e acharam um cheque da Prefeitura de São Mateus, no valor de R$ 106 mil reais.

Assinado no dia 30 de abril deste ano, o cheque consta a assinatura de Miltinho. O Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas vai investigar o desvio de dinheiro público e deve pedir a prisão do prefeito, que tem fortes ligações com agiotagem.

Operação contra agiotagem

A polícia prendeu nesta terça-feira (05), o prefeito de Bacuri, Richard Nixon dos Santos, agiota Josival Cavalcanti da Silva, conhecido como Pacovan, ex-prefeito de Marajá do Sena, Perachi Roberto Farias, o ex-prefeito de Zé Doca, Raimundo Nonato, conhecido na região como Natin e o contador José Epitácio – dono de empresas que operou junto com a organização criminosa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Prefeito de São Mateus pode ser preso; cheque é encontrado com agiota”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Araujo

    Esse Miltinho os irmão, primo e até uma amigo que trabalha na área das finanças já deveriam está na cadeia , o leite da finança é irmão do Cláudio leite do Denit outros que a polícia federal deveria investigar! Cadeia neles!

  2. ARMANDO.

    NÃO EXISTE ASSINATURA DO PREFEITO DE SÃO MATEUS NESSE CHEQUE, VC NÃO SABE LER?

  3. O POVO

    espero que a partir de agora sejam investigados os processos licitatórios de São Mateus. A CPL da cidade sempre encontra-se fechada (a equipe responsável pela licitação é de um certo escritório aqui no São Francisco), e os editais só são entregues após pressão do promotor da mesma cidade (a promotoria eh na mesma rua da prefeitura). Mesmo quando entregue, é impossível competir com os preços das empresas desses agiotas que detém a prefeitura na mão

  4. Zé do Povo

    E o que dizer do ex-prefeito de Vargem Grande e da ex-prefeita de Nina Rodrigues que declararam através de seu advogado Carlos Sergio Barros que não serão presos, pois fizeram acordo de delação premiada com o Ministério Público e Polícia Civil para não serem presos. Se isto é verdade, o Miltinho e os outros envolvidos ainda soltos, podem usar desta mesma prerrogativa e continuarem soltos e com os bens adquiridos com dinheiro da corrupção (agiotagem).

  5. ATENCAO POLiCIA FEDERAL E MP

    HA MUITO TEMPO QUE TEM AGIOTAS FAZENDO TRANSACAO COM PREFEEITO DE MARAJA DO SENA O EX PREFEITO LUIS ABREU . QUE O DIGA DEDE MACEDO TOMOU UMA FAZENDA DELE NO VALOR DE UNS CINCOS MILHOES PELO DEBITO QUE ELE DEVIA E MACEDAO TOMOU NA MARRA . SEM FALAR NOS IRMAOS MANOEL ALVES MUNIZ E SILVIO ALVES MUNIZ AGIOTAS E PROPRIETARIOS DO SUPERMECADO SILMAR ESTES DOIS AGIOTAS TOMARAM UMA CASA DO EX PREFEITO DO MARAJA DO SENA NA MARRA ENVADIRAM A CASA COM JAGUNCOS E TOMARAM POSSE DA CASA NA EPOCA AVALIADDA EN 450 MIL E O QUE LUIS ABREU DEVIA A ELES ERA SO 50 MIL REAIS E SO A POLICIA FEDRAL INVESTIGAR EPRENDER ESTES AGIOTAS BANDIDOS QUE MEXEM COM TUDO DE RUIM E A JUSTICA FAZ QUE NA SABE POR SINAL E SO INVESTIGAR QUE OS PISTOLEIROS E SEGURANCA DESTES DOIS IRMAOS SAO TODOS POLICIAIS CIVIL E MILITAR

  6. Pai de Aluno

    Meu amigo Neto, BOMBA, BOMBA, na Fundação Nice Lobão, o ex-diretor Arnaldo continua dando as cartas por lá, por ser amigo do atual diretor administrativo financeiro, manteve todos de suas confiança em cargos extratégicos, inclusive a namorada. A diretora geral sem competência nenhuma só assina papel, mas a gratificação ela participa com um teto de R$ 4.000,00 reais e dividiu o restante com os protegidos de Arnaldo e do Diretor Administrativo financeiro. O Diretor Pedagógico não concordou e a diretora geral pediu sua cabeça através de eleição, só que o Cintra não está incluido entre as escolas que terão eleição no Estado, a briga lá é por comando e principalmente por dinheiro. O salário da Diretora Geral vazou e todos estão sabendo que ele recebeu, 16.000,00 mil reais e já descobriram que sua gratificação retroativa é 20.000,00 mil reais. Ninguém se entende no Cintra, Diretoral Geral já não senta junto com o diretor pedagógico só uem perde são os alunos que não tem nada haver com isso. Por lá corrupção anda solta. Publique ai para que as autoridades tomem providência. José Mendes Silva

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários