Poder

Bomba! Maioria dos cheques encontrados com agiota Pacovan são da Prefeitura de Santa Inês

Prefeito Ribamar Alves será investigado na agiotagem.

Prefeito Ribamar Alves será investigado na agiotagem.

O prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves (PSB), não mediu esforços para tentar eleger a primeira dama Luana Alves à deputada federal. Ele fez de tudo, inclusive usou vários cheques da prefeitura que estavam sob posse de um agiota. Segundo documentos obtidos com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira.

Esses cheques foram encontrados pela Polícia Civil e Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), durante as operações “Maharaja” e “Morta-Viva”, desencadeadas no último dia 4 de maio, e que investiga crimes de agiotagem no Maranhão. Foi uma grande quantidade de folhas que estavam no cofre do agiota Josival Cavalcanti, o Pacovan.

Para se ter ideia, foi tanto cheque que dava até para fazer um talão. Os responsáveis pelas operações, a Policia Civil e os promotores de Justiça do Gaeco, tomaram um verdadeiro susto.

E o pior é que Ribamar Alves nem conseguiu eleger a mulher.

O Blog vai revelar, em uma outra postagem, a quantidade de cheques e a imagem de todos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

5 comentários em “Bomba! Maioria dos cheques encontrados com agiota Pacovan são da Prefeitura de Santa Inês”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. gustavo

    Espoca meu caro blogueiro esse ribamar é o pior prefeito que já conheci não ta fazendo nada por santa Inês está gastando tudo…

  2. José Arimatea

    Só acredito vendo. Já que o blogueiro está acusando, mostre as provas.

  3. Roberto

    Ele deve milhões pro agiota Acionildo de bom jardim

  4. Joana

    Agora vai , blogueiro não tem prova quem tem é a polícia seja Civil ,Federal e Secretário de Justiça

  5. Marco Aurélio

    Caro Neto, suas fontes estão lhe enganado. Os cheques realmente são da Prefeitura de Santa Inês, mas são da gestão Bringel.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários