Poder

Dirigentes da Alumar confirmam ao Governo demissões em massa

Dirigentes da Alcoa/Alumar foram acionados para tratar sobre demissões de 650 trabalhadores e tentar reverter a decisão e atenuar os impactos dessa medida para a classe trabalhadora do estado.

Representantes da Alumar.

Representantes da Alumar.

A Alumar pretende desativar a terceira linha de produção de alumínio no Estado, informou o corte de 650 postos de trabalho. Desde 2013 a empresa já reduzia as atividades voltadas para este setor, em decorrência da baixa competitividade no mercado internacional. Chegando a realizar, no ano passado, 245 demissões.

Durante a reunião, em que esteve presente o diretor operacional da Alumar, Nilson Ferraz, a equipe do governo reiterou surpresa ao receber a notícia, já que existia a abertura para um diálogo prévio. Ainda neste ano, o governador Flávio Dino recebeu a direção da empresa em audiência no Palácio dos Leões. Na oportunidade foram discutidas as perspectivas de investimentos no Estado e em nenhum momento os dirigentes da multinacional informaram ao governo do Estado sobre a intenção de adotarem a decisão, que fere os interesses do Estado e dos trabalhadores.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários