Poder

Curso de Engenharia Civil chega à Estácio São Luís

A Faculdade Estácio São Luís está ampliando sua grade de cursos superiores. A novidade é o curso de Engenharia Civil, que chega na instituição oferecendo 240 vagas distribuídas em quatro turmas, nos turnos matutino e noturno.

A Engenharia Civil é uma área carente e requer profissionais capacitados. A cada ano, as universidades brasileiras formam 40 mil engenheiros, sendo que a real demanda exige 90 mil profissionais. O país possui seis engenheiros para cada 100 mil habitantes, sendo que o ideal, de acordo com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), seria pelo menos 25.

Um profissional graduado em engenharia civil pode gerenciar, projetar e acompanhar todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação vai desde a análise do solo até a última etapa de uma construção. Cabe ao engenheiro, também, garantir a estabilidade e segurança de uma edificação.

Com o crescimento do setor imobiliário, a demanda pelo profissional da engenharia é cada vez maior. Programas do Governo Federal como Minha Casa, Minha Vida e Programa de Aceleração do Crescimento ajudam a impulsionar a procura pelo profissional. E tem um atrativo a mais: o site de empregos Catho aponta que nos últimos três anos, seis dos 20 cargos que mais tiveram valorização salarial estão no campo da engenharia. No Maranhão, atualmente, um engenheiro civil tem salários que variam de 5 a 6 mil reais por mês.

De acordo com a professora da Faculdade Estácio São Luís, Ângela Paixão, o curso de Engenharia Civil conta com o modelo de ensino avançado da instituição. “Temos uma grade de professores altamente capacitada. Como suporte e incentivo à formação dos profissionais a Estácio São Luís ainda conta com modernos laboratórios e campo de estágio em empresas renomadas no mercado”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários