Poder

Cemar prejudica saúde pública de Bom Jardim

Prefeitura tenta instalar aparelho de raio-x, mas Cemar se nega ajudar com instalação de rede elétrica.

O que deveria ser algo simples e objetivo se tornou uma dor de cabeça para a Prefeitura de Bom Jardim que vem há meses lutando para instalar um aparelho que beneficiaria a saúde pública.

A prefeita da Lidiane Rocha está brigando a 8 meses com a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), para instalar um aparelho moderno de raio-x que foi adquirido com recursos próprios do município.

No início do pedido de instalação, a Prefeitura de Bom Jardim elaborou juntamente com um engenheiro elétrico um projeto de rede e entregou para a companhia.

Ocorre que a população cobra diariamente da Secretaria de Saúde, mas não sabe que a Cemar é a grande culpada pelo descaso que leva pacientes a se deslocarem para fazer exames de raio-x em municípios próximos. Um absurdo!

A Companhia Energética do Maranhão (CEMAR) precisa se manifestar e evitar que outras pessoas sejam prejudicadas pela a falta de assistência com a população de Bom Jardim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Cemar prejudica saúde pública de Bom Jardim”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Mario Morales

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Mais uma paga pelo casal de corruptos e forasteiro, já ficou cômico pra nao dizer outra coisa.

  2. Júlio morais neto

    Existem duas coisas que podem ser feitas nesse caso. A 1ª entrar na esfera judicial com ação de obrigação de fazer com pedido de liminar para que a cemar efetue o serviço. A 2ª é fazer uma reclamação junto a ANEEL.

  3. CEMAR

    CEMAR reforça o sistema elétrico para atender ao Hospital de Bom Jardim

    Considerando a informação divulgada no blog do Neto Ferreira e nas redes no dia 13 de janeiro, a CEMAR esclarece que para atender a ligação da Subestação própria do Hospital de Bom Jardim foi necessário realizar uma obra de reforço do sistema elétrico no entorno do hospital, sobretudo para assegurar a qualidade do fornecimento da energia elétrica.

    Cabe esclarecer que em virtude do hospital não possuir um gerador a obra precisou de um tempo maior de execução. Essa obra envolveu uma complexa ação de substituição dos cabos da rede de distribuição de energia de uma bitola menor por uma maior em um trecho com 6 km. Dessa forma a Companhia garantiu a execução da obra sem desligar a energia elétrica do hospital.

    Por fim, convém destacar que durante todo esse tempo as equipes de Manutenção e Expansão da Cemar estiveram empenhadas, e concluíram a obra de melhoria da rede de distribuição na última segunda-feira (12).

    Equipes da Companhia realizarão vistoria na subestação própria do hospital até sexta-feira (16). Após a vistoria será emitido um laudo e na inexistência de pendências de construção da subestação do Hospital a energização será programada.

    Assessoria de Imprensa da CEMAR

  4. Júlio morais neto

    É sempre assim, a cemar não cumpre na integra o disposto da resolução 414/2010 e sempre deixa o cliente na mão, isso quando não cobra pelo serviço feito.
    A cemar já sabia do pedido de expansão e porque não o fez ? Todo pedido de ligação nova tem um prazo para atendimento e essa não cumpre na maioria das vezes. Isso quando ela atribui ao cliente a responsabilidade pela expansão inclusive com os custos.
    Se não fosse a reclamação divido que essa ligação seria atendida em tempo hábil.
    Gerador ? Ta brincando né.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários