Poder

Bomba! Fernando Sarney cobrou propina de prefeito para liberar R$ 1 milhão em convênios

O filho do senador José Sarney e proprietário do Sistema Mirante de Comunicação, Fernando Sarney, vem cobrando propina de prefeitos para usar de sua relação familiar e obter benefícios financeiros.

Com informações privilegiadas obtidas através da secretária chefe da Casa Civil Ana Grazielle acerca de pagamentos de convênios do estado a prefeituras, Fernando se reuniu com vários prefeitos às vésperas do referido pagamento dizendo que o mesmo fora articulado por ele objetivando a cobrança da propina.

Em uma das conversas obscuras, o empresário afirmou a um prefeito que seria liberado R$ 1 milhão de reais da Gerencia de Inclusão Socioprodutiva, mas queria R$ 500 mil pela atuação direta junto ao governo Roseana Sarney.

Dos R$ 1 milhão, o estado liberou apenas R$ 800 mil para conta da prefeitura. No mesmo dia que foi transferido as cifras, Fernando Sarney soube e ligou para o prefeito cobrando, mas recebeu R$ 300 mil ficando pendente R$ 200 mil relativo a restante do convênio.

Fernando que, diga-se de passagem, já foi indicado em 2009 pela Polícia Federal no âmbito da Operação Boi Barrica, quando usou a casa do seu pai para intermediar negócios da incorporadora Abyara com a Caixa Econômica Federal.

Ele chegou a ser acusado de fazer tráfico de influência junto ao governo federal. Sua esposa, Teresa Murad Sarney também chegou a ser indiciada pela Polícia Federal.

Os detalhes de outras cobranças de propina no governo Roseana Sarney vira à tona nos próximos dias. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários