Poder

Empresas faturam milhões com esquema em Anajatuba

image

O Fantástico denunciou domingo (02), escândalo que a Polícia Federal já está investigando referente a quatro empresas contratadas pela prefeitura de Anajatuba receberam juntas R$ 9 milhões, mas esse dinheiro da prefeitura foi desviado e quem descobriu a falcatrua foi o vice-prefeito Sidney Pereira.

O vice-prefeito checou documentos, descobriu que houve desvio de dinheiro e fez a denúncia à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público (MP).
“Se trata de milhões. Milhões que deveriam estar sendo usados no município de forma mais justa junto com aquelas pessoas que realmente precisam”, disse Sidney Pereira.

Muita gente realmente precisa desses recursos em Anajatuba, até mesmo para alimentar as crianças na escola, onde nem sempre tem água.

“Quando não tem a merenda, eu mando que as professoras despache antes do horário, porque as crianças não pode ficar com fome”, afirma Marenice Pereira, diretora da escola.

Das quatro empresas contratadas pela prefeitura de Anajatuba, a que levou mais dinheiro se chama A4.

Em 2013, a A4 fechou um contrato de R$ 6,5 milhões para alugar carros e máquinas. Quando a reportagem chegou a sede da empresa descobriu que o local servia de fachada.

Uma empresa de fachada recebe milhões da prefeitura. Aí tem.
“Essa empresa, na verdade, ela só entra na emissão das notas fiscais”, conta Sidney Pereira, vice-prefeito de Anajatuba.

A repórter foi atrás de um homem que aparece como sócio da A4, Raimundo Nonato Silva Abreu Júnior. Ele está sendo investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, mas nega que seja empresário: “Sou taxista sindicalizado”, diz Raimundo

Raimundo diz que trabalhou apenas como motorista do dono da A4. Ele fiz que fui descobrir depois de muito tempo.

O homem está tenso. Desde que o vice-prefeito fez a denúncia, Raimundo se sente ameaçado por aquele que seria o chefe do esquema, por isso anda armado.

Mas se Raimundo filho não é dono da empresa, quem é? A reportagem ouviu pela primeira vez o nome de quem seria o verdadeiro dono dessa empresa: Fabiano de Carvalho Bezerra.

Na sede da uma outra empresa contratada pela prefeitura no ano passado. É a MR Serviços. Valor do contrato: R$ 855 mil. Para coleta de lixo.

Depois das denúncias do vice-prefeito, a MR Serviços, uma empresa fantasma, foi substituída pela RR Empreendimentos supostamente para prestar os mesmos serviços de coleta de lixo.

O reportagem foi então até a sede da empresa, que fica em uma cidade vizinha. Em Raposa, o repórter ouviu mais uma vez o nome do homem que estaria por trás do desvio de dinheiro da prefeitura: Fabiano Bezerra.

Do lado da RR, fica mais uma empresa: a construtora Construir. A Construir teve em 2013 contratos no valor de R$ 1,4 milhão. Para reforma de escola e obras em estradas vicinais.

“Essa empresa nunca teve no município”, disse o vice-prefeito.
E afinal? O que o prefeito tem a dizer sobre isso?

“Essas empresas que foram objeto já de denúncias anteriores não trabalham mais para prefeitura de Anajatuba”, afirma Hélder Aragão, prefeito de Anajatuba/MA.

Não trabalham mais porque o atual vice-prefeito foi quem denunciou às empresas ao Ministério Público e à Polícia Federal. Mas uma delas ficou.

“Não sei se ainda tem. Acho que ainda tem uma empresa, acho que é a A4, não é? Que ainda presta serviço pra Anajatuba”, disse o prefeito.

O prefeito de Anajatuba ainda é alvo da investigação da Polícia Federal por outro motivo. Segundo o depoimento de um funcionário da prefeitura, ele teria fraudado dinheiro do ensino público. Em 2013, Anajatuba tinha 5.500 alunos, mas enviou ao Governo Federal uma lista com cerca de 6 mil crianças. E uma das crianças inseridas foi uma que tinha apenas dois anos de idade, quando ele foi matriculado.

O Governo Federal informa que Anajatuba tem R$ 15,5 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica. Desse dinheiro será descontado o valor pago a mais por conta do cadastro fraudado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

5 comentários em “Empresas faturam milhões com esquema em Anajatuba”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Mario Morales

    Este mesmo cidadão com as empresas denunciadas estão desde o inicio de 2013 subtraindo milhares de reais das contas da prefeitura de Bom Jardim e foi aberto CPI e entregue ao ministério publico e até o momento nada foi feito de concreta a não ser o fazendeiro Beto Rocha e sua esposa prefeita laranja Lidiane engordando seus bolsos e aumentando os bens de forma extraordinária.

    NETO VOCÊS ESTÁ SENDO PAGO PRA NÃO MOSTRAR AS MESELAS DE BOM JARDIM ?

  2. netoferreira

    Mário este blog sempre denunciou a prefeitura de Bom Jardim. Ocorre que desde o dia em que denunciei a promotora e ela me processou, eu perdi o estímulo de dá continuidade. A promotora estaria engavetando as denúncias contra a prefeitura.

  3. o Que vai Acontecer??? NADA!!!

    Cara, eu não acredito q isso dê em alguma coisa. Pois, em Anapurus, aconteceu isso, o fantástico foi lá… e depois bandidos foram presos pq tomaram a câmera da Globo,dai, a M.M. Juíza lhes prestigiaram com um Alvará de Soltura, uma vez que nem as empresas que lavam dinheiro para o Deputado eleito Paulo Neto e Seu Irmão Julio Cesar (caso extraconjugal da prefeita Tina)como é o caso da EMPRESA SANTA MARGARIDA, NUNCA tivera nada com essa empresa, dai, o Ministério Público e o Poder Judiciário da Comarca de Brejo-MA, fecharam os olhos para toda essa roubalheira que se alastrou em Anapurus e Mata Roma. É uma Pena!!!

  4. Rafael Leite

    Acho q o Hélder está sendo acusado por um grupo de opositores, todos sabem do trabalho que está sendo feito na cidade, tem pessoas muito sérias trabalhando com ele, a frente de algumas secretarias, o Hélder é um cara bem sério em tudo oque faz, o MP e a PF estão investigando, espero que logo logo isso seja resolvido…

  5. Mari

    Querem ver desvios, fiscalizem Barra do Corda-MA

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários