Poder

Dono da MR Serviços fez patrimônio com venda de “notas frias” no MA

A empresa faturou faturou milhões com prefeituras. O empresário é alvo de investigação federal.

Marcelo é Propietario da MR. Serviços, empresa atuante na venda de notas frias.

Marcelo é Propietario da MR. Serviços, empresa atuante na venda de notas frias.

A Polícia Federal e o Ministério Pública Federal mantém investigação rigorosa sobre Marcelo Ribeiro, proprietário da empresa MR Serviços que teve contratos com a iniciativa publica.

No decorrer da apuração, investigadores obtiveram dados detalhados que mostra a sede da empresa registrada em uma casa de fachada na Avenida Cafeteira, 1413, em Raposo. O fato mais gritando anexado nos autos é que nem a proprietaria da residência sabia que usaram o seu endereço como empresa.

Diligências, quebras de sigilos e depoimentos colhidos produziram um material robusto que prova o envolvimento de Marcelo Ribeiro com o empresário Fabiano Bezzera em irregularidades na emissão das “notas frias”. Fabiano aparece como cabeça de um esquema que movimentou milhões junto a prefeituras.

A MR Serviços é uma empresa fantasma que teve no ano passado um contrato no valor de R$ 855 mil para coleta de lixo. A MR Serviços foi substituída pelo novo contrato celebrado de R$ 1,5 milhão com a empresa RR Empreendimentos, de propriedade de Rafael Holanda, para prestar os mesmos serviços.

No mês passado, a Superintendência da Polícia Federal em São Luís, colheu depoimento que bombástico revelando a atuação de Fabiano Bezerra como chefe de uma organização criminosa (ORCRIM), responsável pelas empresas A4, Construir, RR Serviços e MR Serviços, que no papel está em nome de Marcelo Ribeiro.

As empresas faturaram em contratos R$ 9 milhões com uma única prefeitura para fornecer produtos superfaturados. Além disso, as empresas mantêm outros contratos com diversas prefeituras do Maranhão.

Natural do estado de Pernambuco, Marcelo Ribeiro apresentou uma evolução patrimonial e financeira quase dez vezes superior, em apenas quatro anos, à que tinha quando foi vendedor de aparelho celular.

Conhecido como Marcelo Vivo, sobrenome que faz jus a operadora Vivo, ele teve um salto patrimonial exorbitante e um crescimento de 500%. E um de suas aquisições foi um caminhão de vaquejada no valor de 220 mil pago a vista ao empresário Fabiana Bezerra.

O luxuoso caminhão tem duas suítes, comporta 4 cavalos e passa boa parte do tempo em vaquejadas realizadas no Estado do Pernambuco. o Empresário não corre em vaquejadas, mas se dá o luxo de possuir a equipe MR Ranch.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários