Poder

Prefeito de Lago Verde e filho sacam quase R$ 1 milhão na boca do caixa

O Tribunal Regional Federal da 1° Região (TRF1) recebeu a denúncia feita pela Ministério Público Federal (MPF) que acusa Raimundo Almeida, prefeito do município de Lago Verde (MA) e seu filho, Alexandre Cruz Almeida, tesoureiro do município, de ter sacado indevidamente a quantia de R$ 936 mil de diversas contas da Prefeitura do Município de Lago Verde (MA).

Raimundo Almeida teria sido afastado da prefeitura pela Câmara Municipal, em 4 de fevereiro de 2010. No dia 8 de fevereiro, ele conseguiu uma liminar e voltou a assumir o cargo. Os saques foram feitos por ele e seu filho nos dias 9 e 10 de fevereiro, em uma agência do Banco do Brasil no município de Bacabal/MA.

Os recursos eram oriundos de transferências da União para fundos direcionados à educação e à saúde, além de recursos derivados de tributos. Em 10 de fevereiro, a liminar foi cassada e Raimundo foi obrigado a deixar a prefeitura novamente.

Os denunciados alegam que o dinheiro foi retirado para efetuar pagamentos da prefeitura listados na prestação de contas e que teriam sacado em outro município por não haver agência do Banco do Brasil em Lago Verde. Porém, o laudo contábil financeiro da Polícia concluiu que os cheques questionados não constam nos documentos da prestação de contas.

“Isso reforça a tese de que realmente os denunciados apropriaram-se dos recurso em questão. Nos 2 dias que o denunciado Raimundo Almeida foi reconduzido ao cargo de prefeito por força do provimento jurisdicional liminar, ele aproveitou para sacar, com o auxílio do denunciado Alex Cruz Almeida, quase 1 milhão de reais das contas do Município, sem explicarem, contudo, a destinação dada a esses recursos”, explica o procurador regional da República Luiz Fernando Viana. Para o MPF, o fato de não haver agência bancária no município não autoriza a realização de saques diretamente na “boca do caixa” em agência de outra cidade para o pagamento de despesas públicas.

A 2ª Seção do TRF1, por unanimidade, recebeu a denúncia, que deve, agora, ser julgada pelo Tribunal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Prefeito de Lago Verde e filho sacam quase R$ 1 milhão na boca do caixa”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. feitosa

    O comentário geral do povo do Maranhão é que a família Sarney é culpada de tudo que não presta no Maranhão, por IDh, pior saúde, pior educação, pior saneamento básico, tudo que não presta eles são os culpados, discordo de tudo isso, sei que não são santos, tem acertos e erros, mais tem qualidades e muitas qualidades, maioria dos prefeitos se tivesse uma fiscalização severa, acharia irregularidades, licitações fraudulentas e desvio de dinheiro, é por isso que as nossas cidades do Maranhão parece um lixeiro, sem excessão de nenhuma, culpados são esses carrapatos que suga os nossos sonhos, nosso futuro, de nosso idosos, de nossas crianças, esses para mim são os verdadeiros culpados

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários