Poder

PF prendeu cabos eleitorais em Ribamar, Caxias, Davinópolis e Santa Luzia do Paruá

A Polícia Federal no Maranhão realizou ontem (05) a Operação Eleições 2014 – 1º Turno, com o objetivo de prevenir e reprimir crimes nas diversas zonas eleitorais da capital e do interior do estado do Maranhão. Participaram da ação cerca de 200 policiais federais.

Na Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz foi efetuado registro de ocorrência relativa à apresentação de pessoas que se encontravam na posse de material de propaganda eleitoral e a quantia de R$ 3.000,00. O material foi apreendido e o fato comunicado à Justiça Eleitoral. Também foi lavrado termo circunstanciado de ocorrência em face de uma pessoa pela prática do crime de “boca de urna” em Davinópolis.

Em Santa Luzia do Paruá, a Polícia Federal prendeu em flagrante duas pessoas por corrupção eleitoral (“compra de voto”) previsto no artigo 299 do Código Eleitoral, com a apreensão de material de propaganda eleitoral e a quantia de R$ 530,00. Os presos foram colocados em liberdade mediante pagamento de fiança.

Em Santa Luzia, a PF lavrou termo circunstanciado de ocorrência em face de uma pessoa pelo crime previsto no art. 39, §5º, II, do Código Eleitoral (popular “boca de urna”), tendo sido apreendido material de propaganda eleitoral e a quantia de R$ 2.965,00.

Na Delegacia de Polícia Federal em Caxias foram registradas as seguintes ocorrências: duas pessoas foram conduzidas pelo crime de “boca de urna”, tendo sido lavrados termos circunstanciados de ocorrência; uma pessoa foi presa em flagrante pelo crime de transporte irregular de eleitores, resultando na apreensão do veículo utilizado; também foi efetuado registro de ocorrência relativo à apresentação de uma pessoa que se encontrava na posse da quantia de R$ 732,00, fato este ocorrido na cidade de Timon e comunicado prontamente à Justiça Eleitoral.

Na grande São Luís/MA, a PF lavrou termo circunstanciado de ocorrência em face de uma pessoa, pela prática do crime de “boca de urna”, em São José de Ribamar.

Em todos os casos de termo circunstanciado, os autuados foram liberados, após assinar termo de compromisso de comparecimento em juízo, conforme determina a legislação em vigor.

Também em São Luís, pela manhã, Peritos Criminais Federais foram enviados para exame no local de incêndio ocorrido nesta madrugada em escola estadual no bairro Cidade Olímpica. Por volta das 15h, a Polícia Militar conduziu até esta Superintendência da PF dois adultos e três adolescentes, por suposto envolvimento no episódio. Os adultos serão autuados em flagrante e os adolescentes encaminhados à Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários