Poder

Dos 42 deputados estaduas eleitos, apenas 6 ficarão na oposição

Ao contrário do último governo de Roseana Sarney (PMDB), que enfrentou uma bancada de 12 ferrenhos deputados da oposição, a administração de Flávio Dino terá uma folgada maioria na Assembleia Legislativa.

Na eleição de domingo passado dia 05, 26 candidatos ligados ao Palácio dos Leões foram reeleitos e eleitos. Deste total, somente 6 parlamentares farão oposição ao governo Flávio Dino.

São Eles: Andrea Murad (PMDB), Sousa Neto (PTN), Edilázio Júnior (PV), Adriano Sarney (PV), Roberto Costa (PMDB) e Max Barros (PMDB).

Os quatro primeiros tem ligações umbilicais com a família Sarney. E os dois últimos seguem orientações de pessoas ligadas ao grupo da governadora, a exemplo de Max Barros que obedece Roseana Sarney e o marido, Jorge Murad, e Roberto Costa ao senado João Alberto.

Os 20 eleitos e reeleitos pela bancada da situação nunca deixarão de ser governo, como aconteceu com alguns que estão nesta relação abaixo que viraram governo no período de Jackson Lago e depois continuaram no governo quando o pedetista foi cassado.

1º Josimar de Maranhãozinho (PR) – 99.252 – governo

2º Glauber Cutrim (PRB) – 85.984 – governo

3º Ana do Gás (PRB) – 78.287 – governo

4º Andrea Murad (PMDB) – 77.889 – oposição

5º Dr. Antônio Pereira (DEM) -73.353 – governo

6º Humberto Coutinho (PDT) – 67.982 – governo

7º Roberto Costa (PMDB) – 57.559 – oposição

8º Edilázio Júnior (PV) – 56.239 – oposição

9º Edson Araújo (PSL) -55.269 – governo

10º Nina Melo (PMDB) – 52.979 – governo

11º Léo Cunha (PSC) – 50.828 – governo

12º Max Barros (PMDB) – 49.495 – oposição

13º Adriano Sarney (PV) – 48.463 – oposição

14º Sousa Neto (PTN) – 48.118 – oposição

15º Eduardo Braide (PMN) – 47.519 – governo

16º Carlinhos Florêncio (PHS) – 42.032 – governo

17º Stênio Rezende (PRTB) – 41.857 – governo

18º Rigo Telles (PV) – 41.016 – governo

19º Bira do Pindaré (PSB) – 38.829 – governo

20º Zé Inácio (PT) – 38.753 – governo

21º Ricardo Rios (PEN) – 38.575 – governo

22º Rogerio Cafeteira (PSC) – 37.229 – governo

23º Neto Evangelista (PSDB) – 36.297 – governo

24º Cesar Pires (DEM) – 36.221 – governo

25º Alexandre Almeida (PTN) – 36.021 – governo

26º Fábio Macedo (PDT) – 35.770 – governo

27º Paulo Neto (PSDC) – 34.580 – governo

28º Raimundo Cutrim (PCdoB) – 33.760 – governo

29º Valéria Macedo (PDT) – 33.159 – governo

30º Vinicius Louro (PR) – 32.870 – governo

31º Junior Verde (PRB) – 32.223 – governo

32º Edvaldo Holanda (PTC) – 31.688 – governo

33º Professor Marco Aurélio (PCdoB) – 30.900 – governo

34º Sérgio Frota (PSDB) – 30.525 – governo

35º Graça Paz (PSL) – 30.313 – governo

36º Othelino Neto (PC doB) – 30.196 – governo

37º Fábio Braga (PT do B) – 29.612 – governo

38º Heméterio Weba (PV) – 27.459 – governo

39º Francisca Primo (PT) – 27.330 – governo

40º Welington do Curso (PPS) – 22.896 – governo

41º Dr. Levi Pontes (SD) – 19.603 – governo

42º Cabo Campos (PP) -19.298 – governo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Dos 42 deputados estaduas eleitos, apenas 6 ficarão na oposição”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. anderson

    Agora um registro preciso fazer, pois a Bia mesmo andando de muletas e sumida por quase 02 anos e em menos de 15 dias andou ainda conseguiu dar ao Adriano Sarney (755 votos) e ao Sarney Filho (712), apesar da campanha e rejeição contra a família Sarney e o grupo do prefeito. Mostra que ela ainda tem seus votinhos, imaginem se ela tivesse trabalhado nos três meses de campanha? Culpa de quem? da rejeição de Josemar. Tomem cuidado, pois mesmo não podendo se candidatar ela interfere e muito ainda no eleitorado do Paço.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários