Poder

Roseana Sarney despreza aliados e investe em três forasteiros

Aluísio Mendes, Cláudio Trinchão e Fábio Gondim são candidatos sem conhecer a realidade da sociedade maranhense.

Assim como deixou no meio da estrada o seu candidato a governador, Edinho Lobão (PMDB), Roseana Sarney não tem ajudado sua bancada federal que sempre foi fiel. Estranhamente ela tem permitido o uso da máquina por três pessoas que decidiram serem candidatos a deputado federal pelo Maranhão

Aluísio Mendes foi beneficiado com o cargo de secretário de Segurança Pública pelo fato de ter vazado informações privilegiadas da Polícia Federal para o irmão da governador, o empresário Fernando Sarney que escapou de ser preso.

O ex-secretário de Segurança é candidato a deputado federal e teve escalado pelo Palácio dos Leões o secretário de Saúde Ricardo Murad, para vitaminar a campanha. Mendes que teve sempre uma relação muito duvidosa com as empresas que operam no sistema de Segurança Pública, declarou não ter gasto sequer R$ 1 real. Mas, porém, esqueceu de informar o principal financiador de sua campanha.

Claúdio Trinchão ainda continua utilizando a máquina da Secretaria de Estado da Fazenda. Ele, estranhamente, aumentou as alíquotas do ICMS de diversas prefeituras que hoje estão apoiando a sua candidatura.

E mais: fez com que esses prefeitos contratassem a empresa do advogado tributário Jorge Arturo para atuar como consultor da questões dos municípios. Arturo também ajuda financeiramente a campanha de Trinchão.

O ex-secretário de Fazenda estaria fazendo trafico influência em prol de servidores que apóiam sua candidatura com a liberação de pagamentos de precatório referente a (URV, 21,7%).

Fábio Gondim jamais imaginou em sair um dia candidato pelo Maranhão, mas só meteu a cara depois do cartão verde da governadora. Gondim tem gerência total na Secretaria de Administração do Estado.

O salário que acumulou como secretário, não daria hoje para manter uma candidatura milionária. Isto é uma prova de que a amiga Rosesna estaria investindo pesadamente na sua candidatura.

Os forasteiros conhecem tanto a realidade da sociedade maranhense quanto eu a de Brasília e da Bahia. Então, ou eles imaginam que somos imbecis, ou daremos uma resposta negativa aos três patetas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Roseana Sarney despreza aliados e investe em três forasteiros”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. MACABEU

    Nenhum desses três idiotas se elegem! Aliás, alguém aí poderá me dizer se algum secretário de Roseana Sarney, pelo menos, conseguirá deslanchar nestas eleições? Duvido!! Qual?? Mais, essa tríade não tem o mínimo traquejo para política. Dia 01 de janeiro de 2015 todos três estarão desempregados e sem rumo em suas vidas públicas, na medida em que, pelo andar da carruagem, o ocaso do grupo Sarney se avizinha, sem Ministérios e sem nada no futuro governo da República do Brasil. É esperar pra ver.

  2. Mônica Gondim

    Não só eles, más todos os brasileiros conhecem a realidade do Estado do Maranhão, não precisa ser daqui. Todos sabem que é o Estado mais precário em todos às áreas. Porque o Estado continua como esta sendo que todos os candidatos que aí estão são daqui? Fábio, Trinchão e Aluísio estão onde estão simplesmente por possuírem capacidade técnica e de gestão da coisa pública, uma vez que se conta nos dedos as pessoas que são do Estado e possuem o potencial deles. Chega uma hora que não basta carregar o piano, alguém tem que saber tocá-lo. São pessoas íntegras e capacitadas, com vontade de realizar, de desenvolver uma política pública de verdade. Com certeza o Estado do Maranhão será outros se forem eleitos. Vale destacar que todos os Estados são de todos os brasileiros, não existe este discurso de forasteiro, todos temos que atuar em prol de um BRASIL melhor. Deixe de bobagem e agradeça aqueles que querem contribuir para um Estado e um Brasil melhor.

  3. Douglas

    Meu caro vc está muito mal informado. Aluisio não está sendo bancado pelo governo, ele sim, como sempre, está trabalhado muito. Lamento vc passar inverdades em troca de qualquer real! Aceitar pouca coisa em troca d trabalho mesquinho tem um nome. E vc sabe qual e’.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários