Poder

Descaso da prefeitura faz moradores do Bequimão se juntarem para reformar rua

Rua, de terra batida, chama atenção em meio a outras que receberam calçamento.

Moradores da rua São Bento, no Bequimão, estão há quase 20 anos a espera do asfalto. A rua, de terra batida, chama a atenção no meio de tantas outras que já receberam calçamento. Ao todo, são 30 casas. Algumas com dois pavimentos e outras mais simples.

Em uma delas, mora José Ivan, 44 anos – há 18 morando no bairro. Juntamente com alguns vizinhos, ele teve a ideia de comprar materiais de construção (cimento, areia, pedras, tijolos etc.) para organizar um mutirão e fazer, na rua, o trabalho que é do município. “A ideia é limpar a rua, calçar com pedra pra deixar ela nivelada e construir meio fio”, explica Ivan.

Ele diz que já coletou assinaturas dos moradores que aderiram à ideia, e que o trabalho só não começou ainda por que uma parcela dos moradores espera que a prefeitura faça o trabalho.

“Eles têm razão. Isso aqui que a gente tá pensando em fazer é trabalho da prefeitura. Só que se a gente for esperar, vamos ficar só na espera mesmo. Moro aqui há 18 anos e nunca teve benefício pra nossa rua”, afirma. (Do Imirante)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Descaso da prefeitura faz moradores do Bequimão se juntarem para reformar rua”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Fernando Costa

    Lamentável que pessoas tenham que recuperar elas mesmas suas ruas. Entretanto, a prefeitura vem trabalhando em muitos lugares, só não dá atender todas as demandas ao mesmo tempo. Espero que com o apoio de um novo governo estadual, a realidade da capital possa mudar.

  2. Fabrini Freitas

    Não tá fácil pra ninguém! Mas ainda sim, mesmo com todos os impasses, a prefeitura está trabalhando. Aos poucos, está recuperando alguns bairros de São Luís. Queria muito que tudo pudesse acontecer bem rápido, ou como povo costuma dizer, da noite para o dia. Infelizmente, a administração pública tem que agir segundo um cronograma de atividades. Acredito que a prfeitura deve estar ciente da situação desse bairro.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários