Poder

Atlântica de Carlos Cantanhede será investigada pelo MPF

O MPF informou ao TRE/MA que instaurou o procedimento e pediu cópia integral do processo licitatório.

Luiz Carlos Cantanhede.

Luiz Carlos Cantanhede.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) instaurou procedimento para investigar o processo licitatório realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral no Maranhão (TRE/MA) para gestão das urnas eletrônicas nas eleições de 2014, que teve como vencedor a empresa Atlântica Serviços Gerais Ltda., do empresário Luiz Carlos Cantanhede Fernandes, amigo da governadora Roseana Sarney e do marido, Jorge Murad, o Jorginho.

No intuito de esclarecer os fatos e apurar as denúncias noticiadas na imprensa, o procurador da República José Raimundo Leite Filho informou ao TRE/MA que instaurou o procedimento e pediu cópia integral do processo licitatório e do contrato administrativo que atribuiu à empresa Atlântica a gestão das urnas eletrônicas no Maranhão. E, ainda, notificou a empresa para que, no prazo de dez dias, se manifeste sobre a denúncia.

A empresa de Cantanhede já faturou R$ 53.325.414,11 (cinquenta e três milhões, trezentos e vinte e cinco mil, quatrocentos e quatorze reais, e onze centavos) no segundo mandato a filha do senador José Sarney.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários