Poder

Servidores da SEFAZ deixam de trabalhar para atuar na campanha de Trinchão

O candidato a deputado federal, Claudio Trinchão, ex-secretário de Fazenda do Estado do Maranhão (Sefaz-MA), achou uma boa forma de ganhar adeptos na campanha. Vários funcionários estariam se ausentando de suas funções dentro da Sefaz para trabalhar em campanha sem pedir licença.

Funcionários denunciam ao Blog Neto Ferreira que as atividades de trabalho triplicaram. Ao todo dez funcionários da Sefaz estão trabalhando na campanha do candidato a deputado federal.

Há diferenças entre as concessões feitas pelas empresas privadas e pelos órgãos públicos. As licenças para o setor privado podem ser encontradas em artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Já os servidores públicos têm seus benefícios previstos na Lei 8.112, mas não estão seguindo as normas de comprovar o motivo da ausência.

E enquanto a campanha do ex-secretário Trinchão está de vento em polpa, por incrível que pareça, o prêmio do programa Viva Nota que seria sorteado neste sábado (23), no valor aproximadamente a R$ 100 mil, foi cancelado em virtude que não tinha verbas para se fazer o sorteio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários