Poder

Roseana consegue na Justiça liberação de manobra eleitoreira

Não passou duas semanas da decisão do juiz federal Jorge Ferraz de Oliveira Júnior, que barrou a transferência do empréstimo BNDES para o Fundema, o desembargador federal, Cândido Ribeiro, cassou nesta quinta-feira (17), liberando que o estado utilize o recurso de forma alterada.

De fato, a sigla Fundema – Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios do Maranhão – deve servir para uso eleitoreiro abastecendo os prefeitos aliados com cifras milionárias para injetar em obras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários