Poder

Edilázio homenageia mães de Vitorino Freire

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) participou das festividades em comemoração ao Dia das Mães no último fim de semana, no município de Vitorino Freire.

A festa, que reuniu centenas de mães na quadra poliesportiva Resendão, foi realizada pelo prefeito Zé Leandro, que ao lado das demais lideranças políticas do município, recepcionou Edilázio.

Além das homenagens, foram oferecidos prêmios para as mães do município. A mais idosa, por exemplo, dona Pesiliana, de 102 anos de idade, foi uma das premiadas. Fogões, geladeiras, utensílios, produtos de beleza e acessórios, foram alguns dos presentes destinados às mães.

A confraternização mudou a rotina da cidade, que dedicou todo o dia às mães. “Um dia especial, de confraternização e homenagens dedicadas somente à elas. Foi muito gratificante ter feito parte deste momento em Vitorino Freire”, disse Edilázio.

Além do parlamentar e do prefeito Zé Leandro, participaram da festividade a primeira dama, Dr. Fátima; a vice-prefeita, professora Dorinha; o deputado estadual Roberto Costa (PMDB); o presidente da Câmara Municipal, vereador Rejão; vereador Denjamim; Raul Gazola; Elson Silva; vereador Pablo; Dr. Ribeiro; Michel e o vereador Barros. O secretário municipal de Comunicação, Alcenir; de Cultura, Tia Telma; de Saúde, Dr. João Filho; de Meio Ambiente, Francisco; de Agricultura, Edvan e o secretário de Esportes, Flávio, também participaram da festa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Edilázio homenageia mães de Vitorino Freire”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. De olho

    A partir do primeiro dia de 2014 (ano eleitoral), entrou em vigor algumas proibições eleitorais direcionadas aos agentes públicos e os futuros candidatos.
    O que se ver são gestores descumprindo com a Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições) , estando sujeito ao pagamento de multa, sendo candidato a algum cargo público, pode ter o registro ou o diploma cassados.
    Ou seja, é proibido a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da Administração Pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior.
    E o que mais se viu foi gestores fazendo o contrario nesse Dia das Mães.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários