Poder

Corpo de desembargador é enterrado em Paço do Lumiar

Divulgação / CNJ

Divulgação / CNJ

O corpo do desembargador Leomar Amorim foi enterrado na manhã desta sexta-feira (7), no Cemitério da Pax União, em Paço do Lumiar, distante 26 quilômetros de São Luís. Leomar lutava contra um câncer e faleceu na madrugada desta quarta-feira (5), no Hospital São José, em São Paulo.

O corpo foi velado na sede da Justiça Federal, em São Luís, na quinta-feira (6). No dia do velório, parentes e amigos chegaram cedo ao local para prestar as últimas homenagens ao magistrado. “Leomar Amorim é uma referência, não só para a Justiça Federal brasileira, como para o Poder Judiciário como um todo”, ressaltou o amigo – por mais de 40 anos – desembargador federal Reinaldo Soares da Fonseca, em entrevista à TV Mirante.

Leomar Barros Amorim de Sousa, nascido em Itapecuru-Mirim, era professor universitário, foi fundador da Academia Maranhense de Letras Jurídicas (AMLJ) e foi conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no biênio 2009-2011. (Do IMIRANTE).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários