Poder

Prefeito de Raposa enrola servidores e não sanciona Plano de Cargos

Depois da aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salário dos servidores da prefeitura municipal de Raposa, aprovado contra a vontade do prefeito, agora as entidades que coordenaram a luta pela aprovação do plano, ocorrida no mês passado em votação feita na Câmara de Vereadores em dois turnos, convocam agora os servidores da prefeitura a pressionarem o prefeito Clodomir de Oliveira cobrando a sanção na íntegra do PCCS.

Beka Rodrigues, presidente da ASISMU,(Associação Representativa dos Servidores Municipais ), juntamente com a direção do Sindicato dos Servidores e Professores de Raposa explicam que já foi feita uma reunião com o prefeito onde foi pedido ao mesmo o compromisso de não criar dificuldades para sancionar o projeto de Lei 004/2012, aprovado pelos vereadores em sessão realizada no dia 25 de outubro e agora a expectativa é que a Lei seja sancionada.

Ele ressalta que a convocação é dirigida a todos os servidores da Raposa contemplados pelo Plano de Cargos, Carreiras e Salários para que estejam em frente a sede da prefeitura a partir das 8:00 horas da manhã da próxima segunda-feira, dia 18 de novembro e cobrar do prefeito a sanção da Lei.

Beka Rodrigues acrescenta que as categorias profissionais contempladas pelo PCCS são Enfermeiro, Farmaceutico/Bioquimico, Auxiliar de Enfermagem, Agente Administrativo, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate as Endemias, Motorista, Vigia, Merendeira, AOSD e Agente de Limpeza Pública. “ Queremos todos os servidores que ocupam estas funções a participarem desta concentração que deve ser uma nova demonstração da nossa mobilização para assegurar a sanção desta lei, cujo prazo final para que isto ocorra é na próxima semana”, avisa Beka Rodrigues. Ele acrescenta que a Câmara de Vereadores já cumpriu a parte dela aprovando a lei e agora cabe ao prefeito sancioná-la na íntegra para que ela entre em vigor.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários