Poder

Genro de presidente da Câmara tem pedido negado pela Justiça de Paço do Lumiar

O genro do presidente da Câmara Municipal de São Luís, Isaías Pereirinha, Diego Anderson, que atropelou e matou um funcionário de uma empresa que vende passaporte do Valparaíso Acqua Park, Durval, teve pedido de liberdade provisoria com ou sem fiança negado nesta segunda-feira (04), pela Justiça de Paço do Lumiar.

O acidente ocorreu na tarde do último sábado na Estrada da Maioba, próximo do Cemitério Pax União, no momento em que Durval estava ao telefone com a esposa no acostamento em frente o cemitério. O corola dirigido por Anderson fez uma ultrapassagem forçada e atingiu a vítima que estava sentado em sua motocicleta.

Durval morreu no local e a esposa do condutor do veiculo Isabele Pereirinha, saiu bastante ferida e com o genro de Pereirinha nada aconteceu. Mais ainda assim ele permaneceu sábado, domingo e agora a tarde hospitalizado no São Domingos.

Com ele foi preso em flagrante, havia uma suspeita de que o hospital estaria mantendo o condutor do corola em suas pendencias em quanto os advogados tratavam de derrubar o flagrante.

Dois policias estavam na porta do hospital onde Anderson está sendo atendido. É provável que ele vá para cadeia tão logo do hospital São Domingos.

Além de estar embriagado, o condutor estava com a carteira de habilitação vencida desde 2012.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários