Poder

Deputado cobra rigor na fiscalização das obras na MA de Sítio Novo a Amarante

O deputado Antônio Pereira (DEM) anunciou durante pronunciamento na tribuna da Assembléia Legislativa que a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), por meio do Departamento Estadual de Infraestrutura e Transportes (Deint), vai fiscalizar, na próxima semana, as obras de pavimentação de 74km da MA-275 que liga os municípios de Sítio Novo e Amarante.

Antõnio Pereira na tribuna da Assembleia.

Antõnio Pereira na tribuna da Assembleia.

A fiscalização foi pedida depois que Antônio Pereira recebeu denúncias do deputado Bira do Pindaré (PT) e de líderes políticos de Sítio Novo e Amarante, acerca de supostas irregularidades nas obras, autorizadas pela governadora e pelo secretário de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, para beneficiar milhares de pessoas residentes nos dois prósperos municípios.

O democrata deixou claro que não concorda com tudo que foi denunciado por Bira do Pindaré, mas confessou que já havia recebido denúncias acerca da má qualidade dos serviços executados na rodovia, por meio do prefeito de Sítio Novo, João Pequiá, e de vereadores de Amarante, que teriam constatado que o serviço estaria sendo feito com material de qualidade inferior.

Antônio Pereira informou que a pavimentação da MA-275 está sendo realizada por meio da Etenge, uma empresa que ganhou a licitação pública realizada pelo Governo do Estado para fazer a manutenção de todas as estradas da Regional de Imperatriz. “Já foi feita uma fiscalização nessa obra e realmente constatou-se a questão da má qualidade na piçarra que está sendo usada”, revelou.

De acordo com Antônio Pereira, o diretor-geral do Deint, Antônio Garrido, garantiu que o Estado ainda não pagou R$ 1 milhão e 800 mil dos serviços, por compreender que a obra não está na qualidade devida, e determinou outra fiscalização na obra. “A planilha de custo e a memória de cálculo estão no Portal de Transparência do Deint e podem ser acessados por qualquer pessoa”, disse.

Diante da situação, Antônio Pereira pediu rigor na fiscalização, considerando que não se pode admitir que depois de tanta luta, a MA-275 receba serviços de má qualidade. “O prefeito João Pequiá e os vereadores de Amarante e de Sítio Novo estão de olhos abertos, e inclusive já colocaram a questão para o secretário Luis Fernando Silva, que determinou providências”, concluiu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários