Poder

Costa reafirma denúncia sobre corrupção na gestão de Edivaldo Júnior

O líder do Bloco Parlamentar pelo Maranhão, deputado Roberto Costa (PMDB), voltou a ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa, para reforçar as declarações do seu discurso do dia anterior, quando fez cobranças e lamentou o fato de os colegas de Oposição não se manifestarem a respeito das denúncias de esquemas de corrupção e desvios de verba pública na administração municipal.

Deputado Roberto Costa.

Deputado Roberto Costa.

Após o pronunciamento do deputado Othelino Neto (PC do B), que rebateu as denúncias contra o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, Costa reforçou, com duras críticas, o modo como a gestão de São Luís vem sido conduzida.

“Eu ouvi aqui atentamente o nosso querido deputado Othelino, tentando fazer a defesa do indefensável. Acho que foi guindado, pressionado para subir a esta tribuna e fazer a defesa de um ato extremamente desmoralizante. As acusações que foram feitas em relação ao secretário Silveira, quem admitiu que houve corrupção, quem admitiu que houve desonestidade, ilegalidade por parte do secretário, foi o próprio prefeito”, declarou.

Roberto Costa também que reafirmou que, de fato, quem comanda a Prefeitura de São Luís é o presidente da Embratur, Flávio Dino. “O esquema hoje é comandado pelo doutor Flávio Dino, porque quem nomeia é o Flávio Dino e quem exonera é o Flávio Dino. O senhor prefeito, para escolher o novo secretário, o professor Geraldo Castro, teve que pegar um avião de São Luís a Brasília para saber quem o doutor Flávio Dino queria nomear na Secretaria de Educação”, disse.

O parlamentar frisou ainda as práticas ilícitas que vêm sendo executadas em diversos órgãos da gestão municipal, e tem resultado nas demissões de secretários e auxiliares. “Quem me dera hoje que essa situação de corrupção na prefeitura de São Luís estivesse apenas localizada na Secretaria de Obras. Já foram oito secretários demitidos pelo senhor prefeito. Em cada demissão existe uma nuvem escura que o sistema da prefeitura tenta esconder. O diretor do hospital Socorrão, doutor Iglésio, quando foi demitido, deixou claro por que foi demitido, isto é, porque existia um esquema de corrupção comandado por gente muito próxima ao prefeito na Secretaria de Saúde”, lembrou.

Para Costa, a Oposição parece preocupar-se com o governo de Roseana Sarney para desfocar os desastrosos 11 meses de gestão da Prefeitura de São Luís. “O que nós dissemos ontem aqui é que, em vez de a Oposição procurar dar conselho à senhora governadora, que ela procure primeiro dar conselho para o prefeito que é de responsabilidade deles”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Costa reafirma denúncia sobre corrupção na gestão de Edivaldo Júnior”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. PIRES

    SERIA BOM QUE O FILHOTE TAMBÉM FALASSE DOS ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO. NO TEMA CORRUPÇÃO, ONDE O GRUPO DO FILHOTE SÓ FORMADOS EM PHd, NÃO QUER DIZER QUE SÓ A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL DE SÃO LUIS É QUE TEM. POR OUTRO LADO, SE NÓS FORMOS ANDAR PELOS MUNICÍPIOS ONDE O GRUPO DO FILHOTE TEM PREFEITO, AI QUE É CORRUPÇÃO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários