Poder

Militares marcam protesto contra a morte de policiais em São Luís

pmBombeiros e policiais militares realizaram na noite desta quinta-feira (24/10), uma assembleia geral da categoria na Praça da Bíblia, em São Luís. O ato contou com a participação de vários militares e ainda de familiares dos profissionais.

A assembleia teve como objetivo debater uma ação da categoria em resposta aos últimos casos de morte de policiais militares em São Luís. No primeiro momento, os profissionais fizeram um momento de silêncio pela morte dos companheiro de trabalho.

De acordo com a coordenação do movimento, foi preparado um documento com a pauta da assembleia, onde os militares pedem que providências sejam tomadas, e que será apresentado ao Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Procuradoria Geral de Justiça e Secretaria de Segurança Pública.

Outra decisão tomada na assembleia, foi uma caminhada da categoria, marcada para ocorrer na próxima terça-feira (29/10), com concentração às 15h na Praça da Bíblia com destino ao Palácio dos Leões (sede do governo estadual).

Entre os familiares dos militares, estava presente na assembleia, o filho do policial militar reformado Leônidas Rabelo Silva, conhecido como Cabo Silva, assassinado no dia 8 deste mês, no bairro do Cohatrac. “Cabo Silva morreu porque era um policial militar”, disse o filho do policial. (Oimparcial)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários