Poder

Assoreamento e degradação do Rio Mearim

Uma expedição realizada pelo deputado Raimundo Louro, (PR), reunindo cerca de 22 pessoas, entre elas, os Juízes da Comarca de Pedreiras, Marcos Adriano, de Esperantinópolis Rômulo Lago, o Promotor de Justiça de Esperantinópolis, Paulo Roberto além dos prefeitos de Trizidela do Vale, Fred Maia, Esperantinópolis, Raimundin Jovita e o vice prefeito de Poção de Pedras, Adenilson.

Foram mais de dez horas de expedição percorrendo o rio que possui em sua totalidade cerca de 930km de extensão dos quais mais de 600km foram visitados. Pelo caminho lixo, pedaços de pau boiando além de fumaça provocada pelas queimadas às margens do rio além de balsas realizando travessia de pessoas e pelo menos quatro caçambas fazendo retirada ilegal de areia do rio.

Problemas graves que segundo o Deputado Raimundo Louro, vem comprometendo ao longo dos anos a vida e o potencial do rio que banha o estado do Maranhão.

O parlamentar antecipou que até a próxima semana será finalizado um relatório técnico observando todos os itens constatados durante a visita que deverá ser encaminhado para o Governo do Estado e Ministério Público.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Assoreamento e degradação do Rio Mearim”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. TUNTUM - MA

    A casa caiu: Preso falso médico em Santa Filomena

    Preso hoje pela manhã o falsário Lnayell Carvalho Sobrinho (foto) que se passava por médico em Santa Filomena, município a pouco mais de trinta quilômetros de Presidente Dutra. O golpista só não conseguiu se efetivar no emprego devido à esperteza do Secretario de Saúde daquele município José Francisco Carvalho Costa.
    Há duas semanas Lnayell chegou à Filomena se oferecendo para trabalhar como médico. Na hora de apresentar a documentação disse que tinha sido roubado. Pouco tempo depois o falsário apresentou sua documentação do Estado do Pará, ele tem vários parentes em Tuntum. Desconfiado e na calada, Zé Francisco, com o aval do prefeito Dr. Chico, foi investigar a vida do tal “médico”. Quando colocou o nome dele no Google ficou surpreso com tantas falcatruas envolvendo Lnayell, “No Conselho Regional de Medicina do Pará não existia nenhum médico com esse nome. Numa pequena cidade do mesmo estado ele fez concurso para motorista, fez vestibular para direito e conseguiu ser aspirante da PM-PA e em 28 de novembro de 2011 foi expulso por causa dos problemas causados dentro da corporação”, afirmou o Secretário de Saúde.
    De posse dessas informações Zé Francisco, resolveu “dar corda” ao estelionatário para saber até onde ia a cara de pau dele.
    Primeiro Lnayell Carvalho pediu um adiantamento em dinheiro pra conseguir tirar o registro do CRM na capital, o que lhe foi negado. Depois queria uma declaração de rendimentos, novamente negado. José Francisco informou que “Ontem ele informou aqui na Secretaria que já estava de posse do registro de médico pronto para trabalhar. “Ele foi no Conselho, se informou do último número da seqüencia de registros e sabendo que o banco de dados do CRM só atualiza de trinta em trinta dias nos passou o CRM (6505), o que ficou comprovada a fraude”.
    Flagrante
    Foi aí que entraram na história os Policiais Militares Márcio Wthan e Daniel Bruzacca da Décima Primeira Companhia Independente da Polícia Militar de Presidente Dutra. Os dois PMs foram até o hospital fizeram uma ficha e no momento da consulta deram voz de prisão ao falso médico. Levado para a delegacia de Presidente Dutra, Lnayell Carvalho Sobrinho foi ouvido pelo delegado Tibério Gusmão e ainda continua detido aguardando para ser ouvido novamente. Dr. Tibério quer saber se Lnayell aplicou o mesmo golpe em outras cidades vizinhas.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários