Poder

Policiais militares são acusados de agredir “epilético” no Maranhão

Policiais militares do Maranhão estão sendo acusada de agredir um homem que aos 10 anos, caiu de uma árvore, bateu a cabeça, lesionou o cérebro e a partir disso, tornou-se epilético, dependendo, desde então, de remédios controlados que garantem à ele uma vida normal e saudável.

Natural de Maçaricó, um pobre vilarejo do município de Guimarães, o epilético de 31 anos e de família humilde, quando se deslocou ao bairro do Maiobão na manhã do dia 30 de junho através de ônibus, teve uma convulsão, consequência de sua enfermidade.

Até aí tudo bem. Ocorre, porém, quando teve a crise e ficou caído no chão, desacordado, foi despertado por policiais que o chamou de “vagabundo” dizendo que não passava de brincadeira. Como o epilético não obedeceu, por não ter forças nem para falar, chegou a ser agredido e teve o rosto desfigurado pelos MPs. Um absurdo!

Segundo consta no Boletim de Ocorrência obtido pelo Blog do Neto Ferreira, a vítima da ação marginalizada de membros da Polícia Militar, foi literalmente arrastado pela rua que fica próximo ao Mix Mateus até a viatura. Em seguida, os policiais levaram no Hospital Socorrão.

“Ao descer do ônibus em uma rua próxima a parada do Mix Mateus, em torno das 8:30h, ele teve uma convulsão e quando estava se recuperando do acontecido, foi acordado por PMs que desceram de uma viatura que por ali passava. Estes, mandaram o “vagabundo” levantar, afirmando que ele deveria deixar de palhaçada”, relata uma parente da vítima.

Além do Boletim de Ocorrência, parentas do epilético agredido também estão respaldadas juridicamente com um exame de Corpo Delito do qual mostra a crueldade cometida pelos militares.

De fato, o despreparo da Polícia Militar é apenas o espelho da ineficiência do secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, que assiste de camarote o crescimento desordenado da violência no estado, a exemplo do caso envolvendo um epilético que carrega sua honestidade e idoneidade.

Infelizmente, essa é a realidade do Maranhão…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Policiais militares são acusados de agredir “epilético” no Maranhão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. FRANCISCO

    BOM DIA BLOGUEIRO LEIO O SEU BLOG FREQUENTEMENTE E ME DOU O DIREITO DE FAZER UMA OBSERVAÇAO POIS NAO ENTENDI NO TITULO
    DO TEXTO ACIMA A PALAVRA EPILETICO ESTAR ENTRE ASPAS

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários