Poder

O eterno sonho de Canindé Barros

A ansiedade do tucano é classificada pela condução política equivocada que eleva a infinidade de erros que, uma vez cometidos, tornam-se princípios.

Desde quando assumiu pela primeira vez na gestão Tadeu Palácio um importante cargo e teve de deixá-lo é que Canindé Barros não esconde o eterno sonho de voltar a controlar a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT).

Ex-candidato a deputado estadual e vereador de São Luís, ambas eleições saindo derrotado, Barros vive na ansiedade de ser chamado para integrar o corpo de secretariado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

Canindé antes guerreiro de campanha de Castelista, atualmente vive na esperança de ser chamado para o grupo Edivaldo Júnior

Canindé antes guerreiro de campanha de Castelista, atualmente vive na esperança de ser chamado para o grupo Edivaldo Júnior

A ansiedade do tucano é classificada pela condução política equivocada que eleva a infinidade de erros que, uma vez cometidos, tornam-se princípios. Frase essa de Guillaume Thomas François Raynal.

A exemplo da frase citada acima, foi quando Barros chegou a comandar a pasta em substituição de Clodomir Paz – atualmente aliado do clã Sarney -, e não reparou que sua participação no time Castelista não passaria de um grande erro político. É claro.

Mesmo apoiando um desafeto político de Edivado Júnior, o nome do ex-secretário deverá enfrentar resistência em virtude do seu desespero em abocanhar cargos na administração anterior.

E essa forma precipitada mostra a verdadeira essência de Canindé Barros: a do político que pula de galho em galho conforme suas conveniências.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários