Poder

Mateus não paga plano de saúde e funcionários entram em greve

Além de não cumprir as obrigações determinadas pelo Ministério do Trabalho, referente ao plano de saúde de seus funcionários, o grupo Mateus representado pelo empresário Ilson Mateus também é cobrado pelo aumento salarial que atualmente gira em torno de R$ 700,00 com desconto de INSS cai para R$ 630,00.

Outra reivindicação dos funcionários que prestam serviços nas redes da capital do Maranhão é o ticket de alimentação e a cesta básica.

A greve da rede teve inicio em Marabá afetando a região do Pará, onde após reunião com a categoria ficou acordado o aumento salarial. Em São Luis, a paralisação começou no inicio da tarde desta sexta-feira (26).

De braços cruzados, eles gritavam “não a ditadura e a escravidão”. E mais: “Mesmo Mateus sendo milionário ele pouco se importa com a saúdes da gente. Ele só pensa nele”, externou um funcionário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários