Poder

Vice-governador do MA critica revista Veja e defende principal réu do Mensalão

Do Blog do Luis Cardoso

O vice-governador do Maranhão Washington Oliveira (PT) utilizou sua página pessoal em rede social e atacou a reportagem de capa da semana de uma das revistas de maior circulação no país, a Veja.

A matéria fala sobre um processo de improbidade administrativa aberto pela Justiça Federal de Brasília contra o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu para que ele devolva os valores desviados no mensalão. O dinheiro foi distribuído a parlamentares do PMDB, PT, PR, PTB e PP para que o Congresso apoiasse o governo de Lula. Segundo informações divulgadas neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo, também responderão ao processo outras 20 pessoas, incluindo o deputado federal José Genoino e Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT. O processo não fixa um valor a ser devolvido. Porém, acusa integrantes do PP de terem recebido 4,1 milhões de reais no mensalão. A lei da improbidade prevê, além da devolução do dinheiro desviado, uma multa de três vezes esse valor.

O Ministério Público deu início a essa ação em 2007. Porém, a Justiça somente a aceitou no início do mês passado, alguns dias depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) publicar a sentença do julgamento do esquema do mensalão que condenou Dirceu a dez anos e dez meses de prisão. Há ainda outras quatro ações de improbidade administrativas contra condenados pelo mensalão que ainda não foram aceitas pela Justiça.

Washington Oliveira classificou como “canalhice” a publicação da revista em sua postagem e defende o colega de partido e principal réu do mensalão o ex-ministro José Dirceu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Vice-governador do MA critica revista Veja e defende principal réu do Mensalão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. ALTO ALEGRE DO PINDARÉ - MA

    Ele ta desesperado. Este W.L nada sabe fazer passou estes anos encubado nas assas de Roseana Sarney e so sabe criticar.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários