Poder

Davizinho, Escórcio, Lobão e Roseana brigam pela ‘paternidade’ de obra autorizada por Dilma

Duplicação da BR-010 está orçada em mais de R$ 200 milhões.

Do Atual7

Davizinho acusou Francisco Escórcio de pegar informações de seu Facebook para mentir sobre paternidade da duplicação da BR-010. Foto: Reprodução / Faceboook

Davizinho acusou Francisco Escórcio de pegar informações de seu Facebook para mentir sobre paternidade da duplicação da BR-010. Foto: Reprodução / Faceboook

O deputado federal maranhense Davi Alves Silva Júnior, o Davizinho (PR-MA), usou a sua página pessoal no Facebook, no final da noite dessa quinta-feira (6), para, segundo ele, restabelecer a verdade sobre a obra de duplicação da BR-010, conhecida popularmente como Belém-Brasília, no perímetro urbano do município de Imperatriz.

Numa indireta ao também deputado federal pelo Maranhão, Francisco Escórcio, o Chiquinho (PMDB-MA), que, na segunda semana de maio, cobrou da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), por meio de um blog que mantém sobre suas atividades parlamentares, a atribuição de paternidade da duplicação rodovia, Davi Júnior disse que é triste ver o peemedebista se intitular pai da obra.

Escórcio afirma que ele e a senador pelo Amapá, José Sarney, são os únicos responsáveis pela revitalização da obra.

Após chamar Chiquinho de deselegante, Davi Júnior informou que o início das obras dependem agora apenas da liberação da licença ambiental pela Secretaria de Meio Ambiente do município de Imperatriz, para entrar no processo de licitação, e que o prefeito Sebastião Madeira (PSDB) teria informado que será criado uma força tarefa para estudar a liberação da licença.

Continue lendo no Atual7.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários