Poder

Vereadores de Cajari podem virar alvo de investigação da PF

A maioria dos vereadores do município de Cajari, a 200 Km da capital, são acusados de tentarem aplicar golpe na Agencia da Caixa Econômica Federal localizada na cidade de Viana com contracheques falsos.

Os dez paralentares tentando enganar a Caixa Econômica, fazendo empréstimos altíssimo com valores acima de R$ 100.000 (cem mil reais). E o primeiro da lista que possivelmente teria tentado pegar as cifras, foi o presidente da Câmara, João de Verônica do PT do B, que teve o maior número de votos, e hoje poderá ter o maior numero de decepções pela prática.

Além do chefe, os vereadores Altemar Pereira Santos (PRP), Raimundo Nonato Pereira (PMDB), Pedro de Jesus Nunes Filho (PRB), Josiel Correa Lima (PHS), Isvaldo Ramos de Andrade (PSC), José Ribamar Nunes (PTB), Ana Clara de Melo Santos (PMN), Reginaldo Maia Filho (PT) e Adalton Sá Vieira (PSDC) embarcaram no mesmo rumo.

Para quem não lembra, esses foram os mesmos que declararam recentemente apoio a pré-candidatura de Flávio Dino (PCdoB) para governo em 2014.

Uma vergonha para o município, e às vezes até para os eleitores que tanto apostaram na mudança da cidade por esses escolhidos para representar a população na fiscalização do dinheiro publico, que são os primeiros a serem investigados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Vereadores de Cajari podem virar alvo de investigação da PF”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Silvina

    Uma vergonha para o estado, não estou defendendo os vereadores mas olha só o que acontece quando alguém se diz contrario a governadora. porque não vamos checar quando foi feito o tal empréstimo com certeza muito antes de eles declararem apoio a Flavio Dino.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários