Poder

Indisponibilidade de bens de João Castelo é suspensa

Os sócios da empresa e João Castelo recorreram da decisão. O ex-prefeito argumentou que a medida se apresentava como coerente.

Ex-prefeito João Castelo.

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) decidiu, por maioria, suspender os efeitos da decisão que determinou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito de São Luís, João Castelo, e a descaracterização dos sigilos bancário e fiscal da empresa de pavimentação asfáltica Pavetec Construções Ltda e de seus sócios.

O recurso do ex-prefeito foi derivado de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MP) para apurar ato de improbidade administrativa relacionado com a contratação da empresa Pavetec Construções com dispensa de licitação, em 2009. O Município executou o contrato sob a justificativa de estado de calamidade pública, decorrente do elevado índice de chuvas verificado em São Luís no período.

Os sócios da empresa e João Castelo recorreram da decisão. O ex-prefeito argumentou que a medida se apresentava como coerente, razoável e de bom senso e foi tomada após recomendação do próprio Ministério Público, que reclamou adoção de medidas urgentes para evitar desmoronamentos, dano à vida e ao patrimônio da cidade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Indisponibilidade de bens de João Castelo é suspensa”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. christian louboutin outlet store

    Visit This Website

  2. michael kors handbags outlet

    good share.

  3. louis vuitton outlet store

    ths

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários