Poder

Flávio Dino mostra trabalho na Embratur e acaba com discurso de governistas

A Embratur desenvolve o segmento de estudos e intercâmbio realizando ações, treinamentos e participando de feiras e eventos.

Enquanto deputados federais, estaduais e secretários de estado se desesperam e usam de um discurso ridículo para atingir de forma leviana o presidente da Embratur, fatos desmentem como – por exemplo -, a reunião com o presidente da FAUBAI, José Celso Freire Junior, e Flávio Dino onde foi assinado um Acordo de Cooperação Técnica para intensificar o desenvolvimento do segmento de estudos e intercâmbio em projetos de divulgação do Brasil no exterior.

O presidente da Embratur avalia que o turista de intercâmbio é um importante difusor de informações sobre o Brasil no exterior. “O retorno a seu país de origem, de um estudante garante, no futuro, um formador de opinião destacado, que terá o Brasil como parte importante de sua formação acadêmica”, avalia Dino. “Isso certamente influenciará positivamente nas informações que transmitirá a seus concidadãos no exterior”.

A Embratur desenvolve o segmento de estudos e intercâmbio realizando ações, treinamentos e participando de feiras e eventos. A NAFSA faz parte da agenda de promoção comercial do Instituto, mas esta é a primeira vez que a parceria será fortalecida com a participação do Ministério da Educação (MEC), da Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (CAPES) e do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

“Vamos criar a contrapartida do Ciência Sem Fronteiras”, afirmou Dino, em referência ao programa do governo federal que paga bolsas de estudo no exterior. “Esse acordo propiciará uma relação mais estreita com o setor, visando o apoio a ações que vão além da participação em feiras. Queremos ir adiante com essa parceria”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários