Poder

Crueldade

Por Abdon Marinho

Uma cena de crueldade explicita toma conta das ruas e avenidas da Ilha de Upaon-Açú. Um desfile de animais abandonados pelos seus donos vagam sem rumo. Uns mutilados, outros feridos. São jumentos, burros, cavalos, cachorros e gatos. Esses animais estão à própria sorte, ninguém os alimentam, ninguém cuida de seus ferimentos. Crueldade maior não há. Seres humanos são capazes de se defender, de pedirem comida ou água. Animais não. Esses animais padecem de fome, sede e tentam escapar do trânsito cada vez mais intenso.

Os seres humanos são surpreendentes na sua insana capacidade de fazer o mal. Não é aceitável que seres humanos abandone deixe ao léu seus animais de estimação. Animais que não tem como se defender de nenhuma forma. Fazem isso por crueldade.
Nesse desfile cruel as autoridades também são devedoras. As prefeituras de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, não possuem um sistema efetivo de recolhimento desses animais. Não se possuem sequer algum sistema de recolhimento, tal é a quantidade de animais abandonados. Deveriam ao menos recolhê-los para que sejam sacrificados. A morte, na situação em que se encontram, seria mais generosa que deixá-los padecer num sofrimento sem fim

Abdon Marinho é advogado eleitoral.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Crueldade”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. guccioutletstore-online.com

    Investigate THIS Site

  2. christian louboutin outlet

    Click HERE

  3. best buy

    thanks for share!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários