Poder

Novo reajuste salarial em Ribamar será implantado em maio

Em menos de três anos, este é o terceiro reajuste concedido pela administração do prefeito Gil Cutrim aos profissionais do magistério de São José de Ribamar.

A Prefeitura de São José de Ribamar implanta, neste próximo mês, novo reajuste salarial de 8% para os professores da rede municipal de ensino. Em menos de três anos, este é o terceiro reajuste concedido pelo governo municipal aos profissionais do magistério – o primeiro foi de 15% e o segundo de 22%.

A concessão do novo reajuste salarial, cujo projeto de lei já seguiu para apreciação da Câmara Municipal de São José de Ribamar, será implantada na folha de pagamento de maio e faz parte das ações de valorização da categoria, além de estar inserido no Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos profissionais do magistério do município, implantado pelo prefeito Gil Cutrim (PMDB) em 2011.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Novo reajuste salarial em Ribamar será implantado em maio”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Luis Fernando

    Muito triste ser aprovada no concurso de Ribamar p/ professor e ficar esperando a boa vontade desse prefeito que optou por dobrar a carga horária dos professores do quadro em detrimento a nossas nomeações que seria atitude correta e coerente. Ainda temos que ler post evasivos e que nos dão prazo de nossa convocação

    r

  2. silva

    com essas informações positivas de são josé de ribamar, tem gente que está preste a dar um COLAPSO kkkkkkkkkkkkkkk

  3. Karla Fernanda

    Será que os vencimentos dos professores de Ribamar é igual a dos professores do Ma. A Lei do piso não pode retroagir para prejudicar os direitos adquiridos, pois todo professor do estado trabalha 20 horas e teria que ganhar o piso. Infelizmente, estamos ganhando a metade do piso. Isso é uma vergonha. Uma verdadeira palhaçada.

  4. Sindicalista de São José de Ribamar

    E a saúde? Em 5 anos não houve qualquer reajuste no salário.
    Hoje foi a quarta assembléia feita pelo sindicato dos servidores, onde nunca há uma resposta/proposta ou cumprimento de prospostas feitas pelo sindicato.
    Estamos revindicando reajuste de salário com propostas em pauta, aceita e prometida pelo então Secretário de Saúde do Município, Rodrigo Valente, que não teve a consideração de comparecer hoje a reunião do sindicado de servidores na Prefeitura de São José de Ribamar, para tratar de condições inadequadas de trabalho dos profissionais da saúde do município.
    Hoje, mais uma vez os profissionais da saúde e guardas patrimoniais foram tratados com falta de respeito.
    A prefeitura não valoriza devidamente seus funcionários, pois além de não reajustar o salário, não pagar retroativos devidos, também não cumpre com seu dever de forma coerente, fazendo os funcionários esperarem na porta da prefeitura, na chuva, por uma resposta ou proposta digna da parte dos administradores. O que não aconteceu. Esta prática tem se repetido, onde os representantes do prefeito usam de “malabarismo” para driblar e tentar enfraquecer o movimento sindicalista, na intenção de cansar as tentativas de paralização.
    Tendo em vista que a prefeitura não paga o devido aos servidores efetivos, mas está em constante CONTRATAÇÃO de outros funcionários, ainda sem fazer a devida convocação dos candidatos aprovados em concurso público. É importante ressaltar a disparidade no salário dos funcionários contratados.
    Percebe-se ainda que o município de São José de Ribamar deve está em um bom momento na economia, este indicativo é a quantidade de obras inauguradas e programas em andamento, mas que não está em consonância uma vez que não tem dinheiro para pagar devidamente a mão de obra para oferecer um serviço de qualidade nestes locais.
    Queremos respeito.
    Convocamos a todos os funcionários da saúde de São Jose de Ribamar, ainda, a Guarda Municipal para comparecer no dia 03.06.2013; às 15:00 em frente a Prefeitura do Município, para presenciarem a ASSEMBLÉIA e REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DE REAJUSTE SALÁRIO DAS CLASSES, com os representantes da Prefeitura em questão. Tendo em vista que caso não haja acordo referente as proposta, possivelmente dê-se início a uma paralização.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários