Poder

Escórcio lança Sebastião Madeira como pré-candidato ao Senado

O parlamentar disse que Madeira disputará uma das duas vagas ao Senado, que devem abrir daqui a 5 anos.

Chiquinho Escórcio ao lado de Madeira.

Chiquinho Escórcio ao lado de Madeira.

O deputado federal Francisco Escórcio, vice-líder do PMDB na Câmara Federal, depois de lançar em Chapadinha o senador José Sarney (PMDB) como pré-candidato ao governo, desta vez lançou o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB) como o pré-candidato ao Senado Federal.

Em contato telefônico, Escórcio negou que esteja antecipando a campanha, mas disse que Madeira disputará uma das duas vagas ao Senado, que devem abrir daqui a 5 anos.

Sebastião Madeira deu mais um passo para consolidar cada vez mais seu nome no grupo Sarney. No primeiro passo, ele é sondado como candidato a vice-governador representando a região tocantina. No segundo passo, ele aparece como um dos candidatos que devem brigar não pela primeira vaga que Roseana Sarney disputará, mas pelas vagas deixadas por João Alberto e Edison Lobão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Escórcio lança Sebastião Madeira como pré-candidato ao Senado”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Safado

    Kkkkkkkkkkkk.
    Esse palhaço ta apenas tentando conseguir o apoio desse prefeito. Esse Chiquinho faz de tudo ate boiolagem para conseguir voto, mas nunca se elege. Kkkkkkk

  2. Luiz

    Avisa para o Chiquinho que só tem uma vaga para o Senado na eleição de 2014, somente em 2018 é que 2 vagas serão disputadas.

  3. Sergio

    KKKKKKKK Safado, vc que se esconde atrás desse pseudonimo é que deve ser uma Biba louca. Fuxico e fofocagem é coisa de Boiola.

  4. Luana

    CHIQUINHO É DEPUTADO DE VERDADE. QUEM NOS DERA ELE FOSSE GOVERNADOR. PENA QUE ESSE GOVERNO GOSTA É DE SAFADO E LADRÃO. MAS IMPERATRIZ AINDA VAI TER A HONRA DE TER CHIQUINHO COMO SEU PREFEITO.

  5. felipe

    Por Alex Macedo

    Wellryck Oliveira Costa da Silva, popularmente Eric Costa, chega aos exatos 100 primeiros dias de governo. Uma data simbólica, sem dúvida, haja vista a esperança de dias melhores colocadas nas mãos desse jovem de 28 anos, que derrubou um clã cuja representação significa nada mais, nada menos sinônimo de mandonismo, atraso e ações de uma política espúria.
    Nessa contagem de 100 dias, podemos analisar se de fato a população cordina uniu-se em rumo à liberdade (como sugere o nome da coligação do atual prefeito) ou apenas quer legitimar a chegada de mais um novo grupo no poder, que repetirá as ações de sempre.
    Disputando com o grupo do Nenzim, naquele momento representado pelo ex-vereador Carlito Santos, claramente ali colocado como um testa de ferro, Eric Costa sagrou-se vencedor das disputas rumo à prefeitura no pleito passado. Antes disso, teve que vencer um acirrado conflito com os aliados, que antes das eleições não davam caras de serem tão aliados assim.
    Naquele momento, a oposição era ela própria o seu maior adversário na derrubada do grupo capitaneado por Nenzim, ao se mostrar totalmente fragmentada, com opiniões diversas. Após entrarem no consenso ao nome de Eric Costa, vimos uma bela polarização feita entre partidários de 20 e 70, respectivos números de legenda de Eric Costa (PSC) e Carlito Santos (PT do B). Ainda tivemos outros dois nomes, o do Chinês (PCB) e Antônio Soares (PT), nos quais não me estenderei pela insignificância mostrada na disputa.
    A racionalidade nos apontava, pois, para o representante do PSC. Racionalidade? Quem disse que podemos tê-la em se tratando de disputa eleitoral. A disputa “20 x 70” ultrapassou o limite do racional, do pleito eleitoral e penetrou-se na identidade do barra-cordense, de tal maneira, que podemos percebê-la reverberando nesse centésimo dia de administração de Costa.
    Ela se infiltrou, por exemplo, em nosso carnaval, o evento de maior divulgação da cidade. Para ilustrar o caso, citamos a festa à fantasia, que esse ano foi bipolarizada entre o clube da Maçonaria e a Katedral Eventos, os simpatizantes dos referidos grupos se dirigiram aos eventos apoiados por suas respectivas lideranças.
    No pós-eleição, foram inúmeras às vezes em que me deparei com manifestações do tipo “Aqui é 20!”, uma alusão ao recém eleito prefeito, e uma clara manifestação irracional de alguns cidadãos cordinos, que não conseguiram dissipar a disputa eleitoral e levaram-na para o seu cotidiano, esquecendo-se de que a união deve ser feita em prol do desenvolvimento da cidade e não com o intuito único de “derrotar o 70”.
    Desde o período eleitoral foram claras as manifestações de extremo apoio à causa do agora prefeito Eric Costa. Manifestações variadas tivemos, e ainda temos, em blogs e grupos de discussão nas redes sociais. Extremo apoio realmente! Que ultrapassa também a racionalidade (Essa Bendita!). Passados 100 dias, dentro dessas ações de apoio, vemos um apelo messiânico à figura do atual prefeito.
    Eric Costa é um verdadeiro salvador da pátria, para esses blogueiros de plantão! Suas ações, notadamente, são distintas de todos os outros que estiveram nesse posto, quiçá dos que nele chegarão um dia. Mas o destaque a se fazer com relação a estes manifestantes é que eles, vejam só, estão na sua imensa maioria integrando o atual governo, ocupando cargos, principalmente, na recém-criada “Assecom” – Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Que maravilha: Podemos dizer, então, que são blogs institucionalizados que reverberam as boas ações do governo messiânico de Eric Costa.
    Reverberam de tal maneira que não conseguimos identificar as funções dos responsáveis por essas publicações. Citemos o exemplo do nobre Urias Matos: Até hoje não consegui identificar sua real função! Não sei se o mesmo é assessor da Câmara Municipal ou se simplesmente está a ocupar um cargo na Assecom do prefeito, chefiada por Wilson Silva. O que é certo é que, principalmente nas suas palavras, o governo faz coisas invejáveis e inquestionáveis. E a “opinião pública” se confunde com a opinião da assessoria do prefeito.
    Podemos observar que Eric Costa não pratica ações de cunho assistencialista, mesmo distribuindo alimentos e abraços a uma população carente, numa clara manifestação paternalista como a ocorrida recentemente, que “será tradição”, segundo suas palavras.
    A mudança e liberdade poderão não vir, haja vista o anúncio de apoio ao candidato apoiado pela governadora Roseana Sarney para as próximas eleições ao governo do estado. Segundo Urias Matos, em seu blog, ao “declarar sua postura política, o prefeito encerra de vez as especulações de que apoiaria Flávio Dino na disputa de 2014 e cala seus opositores que viam nessa condição um pilar para colocá-lo contra Roseana Sarney e por extensão uma forma de atrapalhar seu iniciante governo.”
    O atraso visto em nossa cidade, não decorre unicamente dos últimos anos de governo Nenzim, ele é resultado também da ineficiência das ações do governo estadual, sobretudo, do comando da família Sarney no Maranhão. Declarar apoio a um candidato do grupo Sarney e explicar que, dessa forma, ninguém atrapalhará o “iniciante governo” é nos dar um atestado da falta de liberdade política que a nova gestão possui.
    Nesses 100 dias já verificamos nepotismo, principalmente com ações do pai do prefeito no governo. Temos as situações das estradas vicinais que há anos, não somente os últimos de má administração do grupo Nenzim, sofrem com o esquecimento do poder público. Temos muitas coisas a serem feitas. Já tivemos ações benéficas na nova gestão, claro! E nesse sentido ela está de parabéns. O que devemos nos atentar é para ações midiáticas, que querem colocar o prefeito Eric Costa como um Messias, um ungido, que irá tirar Barra do Corda de sua horrenda situação, com os níveis sociais deprimentes e que nunca cometerá os erros e vícios que outros grupos políticos cometeram no decorrer da história de nossa cidade.
    Feliz 100 dias de governo!

    *Alex Macedo é editor do TB

    Prefeito e esposa na festa da posse

  6. JUSTICEIRO

    Esse deputado suplente tem moral para lancar alguem a cargo eletivo.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários