Poder

Diretor do Cintra vai se explicar na Assembleia

O Cintra foi interditado a pedido do Ministério Público Estadual e o período letivo foi prejudicado, as aulas começaram atrasadas

Diretor do Cintra,  Arnaldo Martinho Costa da Costa

Diretor do Cintra, Arnaldo Martinho Costa da Costa

A situação da Fundação Nice Lobão (CINTRA) voltou a ser pautado na tribuna da Assembleia Legislativa. Durante sessão, foi denunciado a retaliação sofrida por professores do Colégio, fato que está prejudicando o ano letivo. O diretor do CINTRA foi convocado pela ALEMA e prestará esclarecimentos sobre a situação do Colégio amanhã às 11 horas, no plenário da Casa.

O Diretor está no cargo há 17 anos, fato que fere a lei da própria Fundação. O estatuto determina que o mandato de Diretor seja de três anos, renováveis por mais três. De acordo com os professores, a atual gestão do CINTRA nunca apresentou sua prestação de contas.

E mais: o Cintra chegou a ser interditado a pedido do Ministério Público Estadual e o período letivo foi prejudicado, as aulas começaram atrasadas. O MP pediu o fechamento do Colégio por considerar a estrutura precária.

Com isso a Direção da Fundação Nice Lobão – pertencente a família Lobão -, terá que se explicar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários