Poder

Deu no Fantástico: Bacabal não tem bombeiros e usa fezes para apagar incêndios

Bacabal é uma das maiores cidade do Maranhão e tem importantes políticos.

incêndio em vulcanizadora

incêndio em vulcanizadora

O programa Fantástico da Rede Globo exibiu neste domingo (7), uma reportagem sobre a deficiência do Corpo de Bombeiros em vários estados do Brasil.

O município de Bacabal, cidade distante há 250 quilômetros da capital foi citada logo no início da reportagem, por não possuir Corpo de Bombeiros e que por duas vezes foi necessário utilizar um caminhão limpa-fossa para apagar incêndios.

Os incêndios apagados por fezes aconteceram em dezembro de 2011, quando um depósito de reciclagem pegu fogo e em outubro de 2012 quando uma empresa de pneus incendiou.

Segundo o estudo do governo federal, acontecem, em média, 200 mil incêndios por ano no Brasil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

4 comentários em “Deu no Fantástico: Bacabal não tem bombeiros e usa fezes para apagar incêndios”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Bacabal não tem bombeiros e usa fezes para apagar incêndios

    […] Do Blog do Neto Ferreira […]

  2. Bacabal não tem bombeiros e usa fezes para apagar incêndios : Blog Dudu Costa

    […] Do Blog do Neto Ferreira […]

  3. Oposicionistas dizem que matéria do ‘Fantástico’ é uma vergonha para o Maranhão « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] ocuparam a tribuna, na tarde desta segunda-feira (8), para manifestar sua indignação em relação à denúncia apresentada na Rede Globo, domingo à noite, em uma reportagem especial do programa ‘Fantástico’, mostrando que no […]

  4. Oposicionistas dizem que matéria do ‘Fantástico’ é uma vergonha para o Maranhão : Blog Dudu Costa

    […] ocuparam a tribuna, na tarde desta segunda-feira (8), para manifestar sua indignação em relação à denúncia apresentada na Rede Globo, domingo à noite, em uma reportagem especial do programa ‘Fantástico’, mostrando que no […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários