Poder

O destino nada agradável de Lobão

Edinho Lobão deve estrebuchar com a candidatura de Luis Fernando.

Não é apontado como profetização, mas o destino político de Edison Lobão não traçará uma candidatura ao Governo do Maranhão em 2014.

Ministro de Minas e Energia, ele é visto aos olhos da oposição como o melhor candidato a enfrentar o comunista Flávio Dino. O motivo: o discurso de renovação.

Mesmo sabendo que a idade se enquadra perfeitamente para um candidatura, Roseana Sarney põe em prática o plano B, que leva Luis Fernando Silva a comandar a Secretaria de Estado de Infraestrutura.

Usado no xadrez como a peça do cavalo, Luis Fernando trilhará no tabuleiro em forma de L, que servira para o xeque-mate em torno do discurso “renovação” atribulado da oposição. O extremo conhecimento em gestão pública é o carro forte do peemedebista.

As peculiaridades transformadas em desejos e ânsia de poder, é atrelada as pretensiosas e afirmações feitas em São Luís/Brasília pelo pupilo do ministro de Minas e Energia.

Ocorre que, Lobão náo deve ficar satisfeito em perder o assento da janela para quem desenvolve brilhantes trabalhos por onde passa como – por exemplo -, em São José de Ribamares e atualmente no governo Roseana.

De fato, mesmo Edinho Lobão estrebuchando com as articulações positivas em prol do chefe da Casa Civil, o destino de Edison Lobão, só a Deus pertence.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários