Poder

Em resposta, prefeito nega que fará “demissões” em São Mateus

Miltinho Aragão negta que tenha intenção de fazer demissão em massa.

Miltinho Aragão negta que tenha intenção de fazer demissão em massa.

A Prefeitura de São Mateus respondeu ao Blog do Neto Ferreira sobre a possível demissão em massa que poderá atingir um dos principais setores da nova gestão: Saúde.

O Blog do Neto Ferreira recebeu denúncias de servidores municipais na segunda-feira (07), de que a Prefeitura de São Mateus do Maranhão, por meio da Secretaria Municipal de Administração, está preparando atos de exonerações de funcionários (reveja).

De acordo com a resposta, ocorre que, a Prefeitura de São Mateus realiza 70 recadastramento de servidores . O que o Blog discorda completamente. Veja, na íntegra, a nota oficial de Prefeitura:

NOTA DE ESCLARIMENTO

Caro blogueiro Neto Ferreira.

A Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Mateus do Maranhão tomou ciência da matéria publicada em seu renomado blogue neste dia 7/01/2013 as 8hoomin sob o título: Prefeito de São Mateus pode fazer “demissão em massa”, por fim nos utilizamos do narrado abaixo pra esclarecer os fatos ora postados em seu blogue e posteriormente reproduzidos por outros.

1. A Prefeitura de São Mateus do Maranhão, por meio da Secretaria Municipal de Administração, Finanças e Planejamento, realiza a partir do dia 7o recadastramento dos servidores municipais tendo como objetivo a reorganização e atualizaçãodo banco de informações da Prefeitura e fazer o mapeamento das necessidades existentes;
2. O procedimento dará a exata dimensão de quem está efetivamente trabalhando na administração municipal;

3. Não há nenhuma determinação do prefeito Hamilton Nogueira Aragão sobre desligamento de servidores até o momento;

4. O recadastramento é um procedimento normal da administração pública em momentos de mudança de gestão e não serão cometidas injustiças com os servidores;

5. O ato é amparado no próprio Estatuto Municipal do Servidor, que prevê a medida para efeito de atualização de eventuais mudanças de dados pessoais (endereço, telefone, etc.) e apresentação pelos servidores comissionados de declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio;

6. A Prefeitura de São Mateus do Maranhão, já contabilizou ao menos 5 portarias falsas só no primeiro dia de recadastramento dos servidores municipais, o que significa dizer que até o momento cerca de 5 pessoas tiveram a sua entrada no quadro de servidores públicos municipais chancelada por meio de decretos fraudulentos, uma vez que não passaram em concurso público;

7. O setor pessoal da Secretaria de Administração, Finanças e Planejamento já sinalizou que pretende fazer uma operação pente fino para resolver o problema de portarias falsas em toda a administração municipal de São Mateus. Pois o simples anúncio da operação fez com que alguns servidores (com portarias falsas, evidentemente) procurassem o chefe do setor pessoal na tentativa de abortar a operação e manter a farra com o dinheiro público;

8.Há informações de que diversos servidores municipais que, se quer moram ou estejam na cidade, pretendem continuara usufruir do erário são-mateuense.

Nobre blogueiro na tentativa de viabilizar a atual gestão, será preciso cancelar a farra instalada pelo antigo governo municipal na prefeitura de São Mateus do Maranhão. Pois segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, não se pode gastar mais de 54% da Receita Corrente Líquida do município com o pagamento da folha salarial. Em São Mateus do Maranhão, atualmente, se gasta quase 70%, o que fatalmente acarreta rejeição de contas da Prefeitura, e o gestor pode ser indiciado por Improbidade Administrativa. As demissões que feitas até o momento foi feita automaticamente no dia 31 de dezembro de 2012, portanto, último dia do antigo governo e os demitidos foram justamente os contratados da antiga gestão, portanto, não foi um ato da nova administração. Sendo assim não cabe nenhuma comparação feita por você entre Adolf Hitler e o novo prefeito de São Mateus, pois em nenhum momento o prefeito de São Mateus cometeu bárbaras atrocidades com os servidores.

Por fim esclarecemos que será instaurada uma auditoria e será declarado nas próximas horas Estado de Emergência e Calamidade Pública em razão do total abandonoem que se encontram todas as esferas do governo municipal saúde, educação, saneamento básico, etc.Fato público e notório em toda região.

São Mateus do Maranhão – MA, 7 de janeiro de 2013.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS DO MARANHÃO


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários