Poder

Samu de São Luís tem apenas uma UTI móvel para atender população

Funcionários adaptam ambulância para que São Luís não fiquem sem UTI móvel (Foto: Diego Chaves/O Estado)

Funcionários adaptam ambulância para que São Luís não fiquem sem UTI móvel (Foto: Diego Chaves/O Estado)

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) de São Luís passou a contar com apenas duas ambulâncias para atender à população de 1.014.837 habitantes. Uma das três unidades que realizava este serviço acabou apresentando problemas e teve que ser parada e encaminhada para conserto. Ela era uma Unidade de Suporte Avançado, as chamadas UTIs móveis, geralmente usadas em casos mais graves.

As duas ambulâncias restantes são Unidades de Suporte Básico (USB) e não possuem equipamentos e estrutura para atenderem casos considerados mais graves. “Infelizmente é esta a situação em que se encontra o serviço de atendimento de urgência em São Luís”, reclamou Lindomar Gomes da Silva, presidente da Associação dos Servidores do Samu.

Sem UTI móvel, a saída foi improvisar uma das USB e adaptá-la. “Teremos que pegar todos os equipamentos dessa unidade avançada e transportá-los para a básica, como respiradores artificiais, desfibriladores, por exemplo”, disse Gomes, que acompanhou a retirada dos equipamentos de um veículo e a instalação no outro.

Na sexta-feira passada, dois representantes do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema único de Saúde (Denasus) estiveram na sede do órgão para fazer uma inspeção sobre as condições de trabalho e as reclamações dos 52 funcionários do serviço. “Já chegamos a três meses de atraso nos salários e não temos perspectivas de receber os pagamentos de novembro e dezembro. Além disso há a situação da precariedade no estado de conservação das ambulâncias. Por isso é importante que essa auditoria possa contribuir de alguma forma para resolver a situação preocupante em que se encontra o Samu”, acrescentou Lindomar.

Segundo o presidente do sindicato, 19 unidades deveriam prestar atendimento à população de São Luís, mas possuem algum problema e por isso estão paradas, esperando por manutenção.

O Ministério da Saúde recomenda que exista uma ambulância básica para cada 100 mil habitantes e uma UTI móvel para cada grupo de 500 mil pessoas. ( Do G1).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Samu de São Luís tem apenas uma UTI móvel para atender população”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Rafael

    neto divulgue noticias de nossa região aqui seu blog é bem acessado olha essa noticia ai
    http://www.udesfilho.com.br/virou-molecagem-prefeito-de-presidente-dutra-tera-o-3o-maior-salario-do-maranhao/

  2. JOSÉ DE RIBAMAR PRAZERES

    Amigo Neto Ferreira, aqui em Barra do Corda a situação não é diferente, pois todas as ambulâncias do SAMU estão paradas, ontem foi promovida uma mini maratona por acadêmicos de Educação Física e alguns participantes não aguentaram o percurso, os organizadores se valeram na hora do socorro prestado por Policiais Militares que no momento estavam acompanhando a mesma. Pois desde o resultado da eleição, o Prefeito não mais se importou com essa valiosa prestação de serviço, e para piorar a situação os munícipes que necessitam de atendimento médico hospitalar estão sendo enviados para a cidade de Grajaú ou Presidente Dutra, pois o único hospital do município que funciona em um prédio alugado, estar funcionando sem nenhuma condição de atendimento. Se tens alguma dúvida da caótica situação, venha para Barra do Corda para comprovar a realidade dos fatos!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários