Poder

Suspenso repasse da saúde para Pirapemas, Presidente Vargas, Matões do Norte e Urbano Santos

Foi suspenso na última sexta-feira (16) o repasse de recursos oriundos do Ministério da Saúde que são destinados à área de vigilância sanitária para municípios maranhenses que não abasteceram regularmente o Sistema de Informação Ambulatorial.

De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, a punição atingiu as cidades que não cadastraram serviços de vigilância sanitária no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

No Maranhão, algumas cidades foram afetadas inicialmente com a suspensão: Presidente Vargas, Pirapemas, Urbano Santos e Matões do Norte, município administrado pela mãe do deputado Rubens Júnior.

Referente  ao terceiro quadrimestre de 2012, o recurso da saúde que ficou retida pode ser recuperado após seguir as orientações que dispõem nos sistemas do Ministério da Saúde.

Os repasses que foram suspensos faz parte da postura adotada pelo Ministério da Saúde que tenta coibir a má aplicação dos recursos nas cidades.

No caso dos municípios maranhenses, a suspensão foi realizada após atrasos com o preenchimento das informações obrigatórias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários