Poder

Secretária de João Castelo faz “contratação irregular” na SEMCAS

Chegou ao conhecimento da equipe do Blog do Neto Ferreira que a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social de São Luís, comandada por Roseli de Oliveira Ramos, fez contratação irregular de profissional durante o ano de 2012. Isso veio à tona por meio de denúncia contendo documentos que comprovam tal ato.

A secretária Roseli Ramos.

A secretária Roseli Ramos.

O que é mais intrigante é que ao iniciar uma investigação minuciosa, foi descoberto que a profissional não poderia ser contratada pela prefeitura, já que esta deveria apenas coordenar um projeto voltado ao atendimento de agressores, inaugurado em julho do corrente ano, que conta com a supervisão do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), funcionando no mesmo prédio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social que fica na rua 3, no Bairro do São Francisco.

Ocorro, porém, ao realizar consulta junto a profissionais da área jurídica, todos foram unânimes em afirmar que o contrato temporário, que tem como objeto a prestação de serviços na Categoria de Assessor Técnico da Proteção Social Básica por tempo determinado, sob a suposta autorização de Leis Municipais n°. 4.891/2007 e 5.602/2012, e da Constituição Federal (art. 37, IX), é totalmente irregular, já que não se enquadra em nenhuma das atividades autorizadas pela lei como contratação temporária, que são: assistência a situações de calamidade pública; combate a surtos epidêmicos e endêmicos e ou realizar campanha de saúde pública, entre outroas.

O que também causou surpresa ao Blog do Neto Ferreira é que o processo administrativo que autorizou a contratação da profissional, se refere já a solicitação de empenho e pagamento, quando a Lei Municipal exige a realização de processo seletivo simplificado, conforme diz a Lei Municipal nº. 4891/2007, que: o recrutamento do pessoal a ser contratado, nos termos desta Lei, será feito mediante processo seletivo simplificado, sujeito a ampla divulgação, inclusive através do Diário Oficial do Município, prescindindo de concurso público.

Não bastasse tal irregularidade, estranhamente, a atividade contratada: proteção social básica, deve ser desempenhada nos Centro de Referência de Assistência Social, os CRAS, enquanto a profissional coordena um projeto no prédio do CREAS do centro, conforme amplamente divulgado pelos veículos de comunicação.

Ou seja, ou o contrato foi feito apenas para favorecer financeiramente a contratada, ou esta conseguiu driblar uma das regras básicas da física, de que um corpo não pode ocupar ao mesmo tempo dois lugares distintos no espaço, já que o contrato exige a carga horária semanal de 40h, e, segundo divulgado na mídia, a profissional trabalha como coordenadora do Centro de Resgate, que funciona no CREAS do centro. Algo de se estranhar.

Com a palavra a secretária de Secretaria de Assistência Social de São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

48 comentários em “Secretária de João Castelo faz “contratação irregular” na SEMCAS”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. .:Blog do João Silva:. | BOMBA: Secretária de João Castelo faz “contratação irregular” na SEMCAS

    […] FONTE: NETO FERREIRA […]

  2. Paulo Fernando

    Meu Deus, a contratada é a Artenira Sauaia? Não sei o que é pior, se a contratação irregular, ou a LOUCA que foi contratada.
    Neto, essa tal de Artenira tem o histórico como psicóloga mais podre que eu já vi, responde a diversos processo disciplinares no conselho dela. Vai na Federal que tú descobre que ela é. Na saúde ninguém quer saber do nome dela.
    Ela é totalmente maluca, vive fazendo terrorismo por onde passa. Tenho até pena do pessoal da prefeitura que trabalha com ela, que usa suas amizades para fazer desmando por onde passa, humilhando quem não segue a cartilha dela.
    Apesar de irregular, não acredito que a Secretaria tenha feito de caso pensado, pois se trata de uma pessoa de bom coração, que deve ter sido induzida a erro.

  3. Luiza

    Artenira Silva e Silva! filha do poderoso Arteiro

  4. A.B Santos

    Tudo isso é verdade.Essa SEMCAS ta um caos e a secretaria n faz nada…só que saber de se promover. Assedio moral rola solto por parte dessa Artenira que se mostra completamente desequilibrada. Não entendo como uma pessoa que não é do quadro como essa Artenira, tem tanto poder, acho q até + que a propria e inerte secretaria Roseli Ramos.

  5. Secretária de Castelo faz “contratação irregular” na SEMCAS « Luís Pablo | Blog sobre política, com crítica da mídia e informação alternativa

    […] Ocorro, porém, ao realizar consulta junto a profissionais da área jurídica, todos foram unânimes em afirmar que o contrato temporário, que tem como objeto a prestação de serviços na Categoria de Assessor Técnico da Proteção Social Básica por tempo determinado, sob a suposta autorização de Leis Municipais n°. 4.891/2007 e 5.602/2012, e da Constituição Federal (art. 37, IX), é totalmente irregular, já que não se enquadra em nenhuma das atividades autorizadas pela lei como contratação temporária, que são: assistência a situações de calamidade pública; combate a surtos epidêmicos e endêmicos e ou realizar campanha de saúde pública, entre outroas. Continue lendo aqui… […]

  6. jose

    essa mulher é uma louca, ninguem consegue trabalhar com ela, ela faz acedio moral aos colegas e ainda mais se diz muito querida e nao vai cair nunca.

  7. Marina Alves

    Essa mulher e uma desequilibrada, por onde passa deixa estrago pior que furacao. E uma louca. O dicionario dela nao possui os verbetes: educacao, gentileza e etica.

  8. Alana Ribeiro

    Soube por uma amiga que ela tem tornado o trabalho nesse creas, um inferno. Assedia moralmente todos os funcionarios, diz que vai demitir o povo, chama todo mundo e de incompetente. Assedio moral: E crime. A secretaria inerte so quer saber dum tal selo unicef.

  9. Alana Ribeiro

    Essa mulher e uma louca. Soube por uma amiga que ela assedia os funcionarios desse creas ai.

  10. AMÉLIA

    tive conhecimento,através de pessoas ligadas ao CREAS CENTRO,que essa ARTENIRA vive assediando moralmente todos os funcionários,querendo ser a poderosa,desde que começou esse tal trabalho de resgate vive causando uma grande insatisfação a todos,como é totalmente desequilibrada,escolheu bem ao querer socialisar um agressor, e, inclusive colocar um atendimento de vitima e agressor no mesmo espaço,ISSO È UM ABSURDO, essa ARTENIRA deveria ir prestar assistência aos seus agressores bem longe e se faz prevalecer usando o nome da UNICEF,PODE.

  11. JOÂO

    NETO, se você for fazer uma investigação desse caso vai ter mais conhecimento dessa tal ARTENIRA,vai vê que ela tem varios processos contra ela por ser tão desequilibrada,prepotente,vá em frente vamos acudir a todos os funcionários que estão a mercê dessa louca

  12. AMÈLIA

    NETO, essa ARTENIRA,se acha a rainha da cocada preta,primeiro ela escolheu bem trabalhar com agressores pois ela ´e totalmente desequilibrada, vive assediando os funcionários é arrogante e prepotente leve essa denuncia a frente pois com certeza todos os funcionários irão te agradecer, (nãopublicar o email)

  13. PALOMA

    Artenira da Silva e Silva Sauaia! Será que não buscaram referências dessa “profissional” antes de contratá-la?Como podem contratar uma pessoa totalmente desequilibrada, com vários processos de assédio moral, e que por onde passa deixa um rastro de desrespeito e destruição por não saber lidar com limites e pessoas?A quem interessa a permanência desta no quadro de funcionários da SEMCAS, mesmo de forma irregular, mandando e desmandando mais do que a própria secretária?E ainda por cima, sendo responsável pelo núcleo de atendimento ao agressor sendo uma pessoa que não sabe lidar com a sua pròpria agressividade?
    E a secretária qual é a sua posição diante de tudo isso?
    E sobre o contrato irregular a secretária não lê o que assina!?!?!?

  14. Andrio Bezerra

    Vários olhares merecerem nessa matéria. Conheço a Artenira muito pouco para emitir opinião, apenas sei do quanto fiquei embebecido pela fala da mesma em um evento na promotoria, achei de uma riqueza no conheciemento sem procedência.

    Quanto a inércia da Secretaria muito comentada por vários que postaram fica algumas situações para analise. É certo que ao chamar a secretaria de inerte é querer afrontá-la pessoalmente e nao SIMPLISMENTE pela gestão. Essas falam são todas tão alinhadas, corriqeiras que fica claro o desejo de atingir a secretaria. A senhora Artenira ao entrar nesse serviço tinha nitidamente a admiração da Coordenadora dos Creas que ao perceber que essa admiração nao era reciproca virou se contra Artenira, ou quem a conhece nao sabe do que estou falando?
    E esse (movimento) Rarara quem esta proclamando e essa coordenadora que tão milimetricamente se acha a mais empoderada das criaturas da assistência e que toda vez que há mudança na gestão municipal cria um episódio para se promover sempre querendo derrubar outras pessoas, vcs que são do Creas, creio eu ou outros que já conhecem de outra gestão como eu, sabem como é essa situação procada por essa pessoa. Ela tem sempre que criar um fato para se fazer percebida ao novos que entram e então aplicar o golpe de se notada, emplacada. Falar mal da gestao agora que havera mudanca de governo e muito facil, mas pela postura sempre tao em defesa do SUAS, deveria de bom senso se questionar a si mesma em quanto pessoa em primeiro lugar e depois enquanto profissioanal agora fala mal da gestão, ela fez nada a nao ser bajular a EX SPSE afastando dos olhos da SPSE qualquer atrocidade que fazia com quem nao rezava na sua cartilha e se fazendo de vitima diariamente para dizer que era perseguida.
    Talvez senhora coordenadora de sorriso tão ficticiamente preparado nao tenha percebido que mais uma vez dentro da assistência criando fatos em troca de cargos expõem, revela teu caráter tão sórdido. Se fosse técnicamente capaz nao usaria esse(s) artifícios para promoção pessoal.

  15. Igor Mendes Silva

    Conheço a Dra. Roseli Ramos, bem como sua família, e sei que a Profa. Roseli é uma pessoa íntegra e honesta, e jamais cometeria ilegalidades.

  16. Max

    Pelo visto essa Artenira é um problema sério mesmo, pois, apesar de o título da matéria ser a contratação irregular, o foco tá em cima dela. Contudo, não se pode esquecer que se refere a um contrato irregular, e, por se tratar de ato administrativo, não acontecendo de forma regular, caracteriza ato de improbidade administrativa. Pela seriedade do assunto, aconselho o blogueiro levar ao conhecimento do ministério público tal fato, que, seguramente, não é a única ilegalidade praticada na SEMCAS.

  17. PAULO

    Nossa, que forma melancólica de terminar um governo, já não basta os recursos do Fundo da Infância que as instituições nunca receberam ( SUMIU)????, ainda tem essa denúncia grave de contratações ilegais, ainda por cima prá piorar essa tal consultora, que todos sabem é completamente LOUCA, responde vários processos, tem estórias prá todos os gostos, de assédio moral, descompensamento em público… Nossa senhora!!!!!!! onde vamos parar. SOCORROOOOOOO….Salvem a Assistência.

  18. JUVENAL JURUBEBA

    Minha cara ou meu cara ou macho e fêmea Andrio Bezerra, lava a tua boca com água sanitária pra falar mal da Coordenadora dos CREAS. Esta sim, uma profissional dedicada e que sabe ter ética na profissão. Esta sim, sempre defendeu a SEMCAS com profissionalismo e competência. Vai aos CREAS, ou até mesmo na SEMCAS e pergunta quem é a coordenadora do Creas e quem é Artenira, que você saberá do que estou falando. E tem mais, Andrio Bezerra, conheço muito gente que só defende Artenira, porque foi beneficiado ou até mesmo comprado por ela, o que imagino ser o teu caso. Basta, também, ver a quantidade de comentários aqui contra artenira e os que falam a favor.
    Então, meu amigo, vai ver se tem poeira em alta mar, casco de jacaré no teu olho esquerdo, etc…

  19. jose

    Gente no em outro blog encontrei mais coisa falando ai dessa cobra que à artenira é so voces conferirem com outro blogueiro o joao silva tambem colocou mais coisa veja lá:
    http://blogdojoaosilva.com.br/

  20. Andrio Bezerra

    Juvenal Jurubeba, por conhecer a essa coordenadora dos Creas e muito bem inclusive de outras gestões e que tenho convicção do que falo. E teus argumentos que dizem que na SEMCAS e nos Creas todos sabem dela tenho certeza disso, absoluta certeza. Absoluta certeza. Agora se tu ta te referindo a fingimento, então é outra situação. Nao vou seguir teus conselhos de lavar a boca com água sanitária por que nao sou eu que sobrevivo as custas de desdém, fazendo intrigas dos outros, colocando palavras na boca dos outros e muito menos, o que e melhor acimada de tudo e que tenho dignidade, nao preciso bajular ninguém para cortar cabeça de outros e muito menos no termino de gestão da tiros na administração atual como estratégia de auto promoção para quem chega.
    Talvez vc ache que ela é a coordenadora seja o máximo por e ela mesma quem fez pastagem, e inúmeras outras por que de fato nem ela mesmo sabe quem é confunde-se pelas próprias personagem que cria nos diversos espaços. Se ela é tão perspicaz, hábil por que vivia se rastejando a tal Artenira ao ponto de esta como a primeira defensora da mesma. Só veio ser contra quando seus brilhos conquistados a qualquer custo sofrem interferências.

    Tanto e que ela essa coordenadora se ao luxo de ir aos locais para defAmar a secretaria na sua gestão, ou vc acha que isso passou despercebido, mas ate poucos momentos antes do termino da eleição era DRA Roseli.

    Defenda-se, ou defenda super coordenadora.

  21. Andrio Bezerra

    Juvenal Jurubeba, por conhecer a essa coordenadora dos Creas e muito bem inclusive de outras gestões e que tenho convicção do que falo. E teus argumentos que dizem que na SEMCAS e nos Creas todos sabem dela tenho certeza disso, absoluta certeza. Absoluta certeza. Agora se tu ta te referindo a fingimento, então é outra situação. Nao vou seguir teus conselhos de lavar a boca com água sanitária por que nao sou eu que sobrevivo as custas de desdém, fazendo intrigas dos outros, colocando palavras na boca dos outros e muito menos, o que e melhor acimada de tudo e que tenho dignidade, nao preciso bajular ninguém para cortar cabeça de outros e muito menos no termino de gestão da tiros na administração atual como estratégia de auto promoção para quem chega.
    Talvez vc ache que ela é a coordenadora seja o máximo por e ela mesma quem fez pastagem, e inúmeras outras por que de fato nem ela mesmo sabe quem é confunde-se pelas próprias personagem que cria nos diversos espaços. Se ela é tão perspicaz, hábil por que vivia se rastejando a tal Artenira ao ponto de esta como a primeira defensora da mesma. Só veio ser contra quando seus brilhos conquistados a qualquer custo sofrem interferências.

    Tanto e que ela essa coordenadora se ao luxo de ir aos locais para defAmar a secretaria na sua gestão, ou vc acha que isso passou despercebido, mas ate poucos momentos antes do termino da eleição era DRA Roseli.
    Já que só Artenira esta no centro de resgate seja de propostivo para regatar a vila maior do centro que só sabe se fazer de vitima, ou seja nessa relação uma é agressora e outra é se faz de vitima legal, perfeito devem o Creas expostar essa relação para psicanálise.

    Defenda-se, ou defenda super coordenadora.

  22. A.B Santos

    Eu acho engraçado é que como essa moça mesmo fala ela n teve espaço nas outras gestões pq as outras secretarias conheciam bem quem era ela.só a a inerte roseli com o intuito de se promover e promover a familia como vem fazendo ao longo da gestão pra permitir que essa pessoa viesse trabalhar na semcas.isso tudo foi um negociata, troca de favores, tu vens pra semcas financiada por mim e eu fico linda na foto como a secretaria do centro de resgates.A SEMCAS fede MP nela um monte de irregularidades de convenios, fornecedores, uso da maquina pra fins politicos etc….

  23. pablo

    Tem até academico de direito se passando por advogado nesse centro de resgates e ainda se passa por mestrando no Seminario Esman,Unicef,Mestrado de Direito da UFMA, Observatorio Ibero Americano de Saude e Cidadania e Fecomercio. OAB/MA vamos apurar é só ir no creas do centro de resgates e pedir a oab dos advogados o que n tiver vcs levam pra delegacia e perguntam pq ele responde e assina como advogado. Abre o olho secretaria.Abre o olho MP e Abre o Olho OAB

  24. Gustavo Lima

    Por acaso esse “Andrio Bezerra” é a propria Artenira, pois nunca vi tanta convicção numa defesa, de alguem que diz que so conhece a pessoa.rsrsr muito estranho
    Com toda essa conversa e essa publicação chegamos a conclusão que a SEMCAS foi uma das piores Secretarias do governo Castelo, pois ali foi nada mais nada menos que um comite de campanha para o vereador Jose Joaquim durante 4 anos. Tem CRAS que tem mais de 10 servidores sem necessidade; funcionarios fantasma deve ter mais de 100 so com o nome na folha, fora os cargos comissionados que são criados diariamente, para acomodar a velharada aposentada que não sabe nada da Politica de Assistência Social. O PROJOVEM adolescente os estagiarios estão ha 5 meses sem receber, e ainda são cobrados e destratados se faltarem.
    Se for colocar tudo que não presta nessa secretaria, vai me faltar digitos.

    obrigado

  25. Hilton Pimentel

    Se vocês acham que só ocorreu essa contratação irregular, estão enganados. Vao nos diários do município que descobrem a farra das contratações no período de abril a maio. Além disso, choveu de repasses da Semcas para associações. Sem fazer julgamento, não e estranho que tenha ocorrido isso logo no período próximo das eleicoes?
    Acho que o mp e a policia deveriam entrar no caso.

  26. Neto

    As denuncias são muito graves, e precisam ser apuradas. Afora isso, também deveria ser apurada a conduta da dona artenira com os advogados dos creas, que foram obrigados a assistir audiência numa certa vara de família, e, após fazer relatórios, com evidente violação das prerrogativas do advogado. Com a palavra a oab.

  27. Conteúdo inteligente

    Gostaria de parabenizar o blog Neto Ferreira, que preconiza, no seu próprio slogan, “conteúdo inteligente”.

    Normalmente, a inteligência tem, como característica, o uso de conhecimento aplicado válido, proveniente de fundamentação verídica, real. A indagação ou questionamento precede tal arcabouço e constitui em importante ferramenta no referido propósito.

    Assim, seguramente a equipe Neto Ferreira conseguirá, de forma inteligente, atender aos seguintes elementos de arguição:

    1. como uma pessoa louca consegue ser referendada nacional (inúmeros prêmios, títulos acadêmicos, publicações em geral, projetos de pesquisa cnpq etc…) e internacionalmente (unicef, universidades europeias, renomados especialistas internacionais…)?
    2. como uma pessoa desequilibrada é sucessivamente aclamada fora do Maranhão, entre outras coisas, por obras publicadas no exterior?
    3. qual a qualidade dos denunciantes, seja pessoal ou profissional? O que realmente os motiva?
    4. o que essa profissional conseguiu de resultados mensuráveis e objetivos que os demais funcionários envolvidos eventualmente não obtiveram?
    5. por que não há um documento assinado pelo referido setor jurídico fundamentando a suposta ilegalidade?
    6. por que no Maranhão há essa necessidade de denegrir uma pessoa quando ela muda uma realidade que só atende aos interesses dos ociosos, néscios e letárgicos? Será que não estão incomodados com os sucessivos indicadores de um status quo de mediocridade absoluta?
    7. por que haveria a profissional de ter o intuito de eventual ganho financeiro em uma situação como a presente quando o dito ganho financeiro é irrisório para qualquer profissional, qualquer que seja sua área de atuação, que tenha o mínimo empenho laboral e capacidade técnica referendada?
    8. como essa mulher tem tanto poder de enganar tantas instituições nacionais e internacionais, pessoas de elevado gabarito em âmbito nacional e internacional? Será que eles estão enganados e as pessoas daqui é que estão corretas?

    Com o único intuito de averiguar FATOS é que gostaria que fossem respondidas as perguntas acima, com o característico conteúdo inteligente.

  28. Iran Alves

    A Secretária da SEMCAS, Profa. Roseli, tem uma vida pública íntegra e pautada nos princípios da honestidade, lisura e transparência.

  29. Maria Clara

    Não quero falar dessa que todos já estão falando e muitos sabem que ELA é, por já terem vivido e/ou conhecido alguém que já viveu uma experiência negativa com a mesma. Não! Quero falar daquela que de modo covarde, foi escolhida por esta psicóloga através de pseudônimo e publicação neste blog para tirar o foco da atenção desta matéria.

    Quero falar da Coordenadora dos CREAS desta capital. A quem tenho privilégio de conhecer e partilhar de sua trajetória profissional, oriunda de família das menos favorecidas socialmente, sabe bem o que é pobreza, logo, conhece com o que trabalha.

    Graduada pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e Pós-graduada pela Universidade de São Paulo (USP) trás consigo a militância como marca, como a mesma costuma dizer: “o espaço público é o mais desafiador campo para a militância”, porém, cara Coordenadora, digo, Vossa Senhoria tira de letra, pois presencio vosso comportamento reto e incorruptível, porque sei que Vossa Senhoria não cedeu a promessa indecorosa de ser a coordenadora do Centro de Resgate das Relações Familiares, permanecendo assim na NOVA GESTÃO feita pela psicóloga em foco, que segundo a mesma, já pode fazer promessas pois já tem poder de comando nessa NOVA GESTÃO, em nome da sua liberdade de trabalho para poder valorizar os servidores da assistência e beneficiar os usuários da política de assistência social. Quantas vezes, senhora coordenadora, Vossa Senhoria teve que ouvir da então Superintendente de Violação de Direitos da SEMCAS para que Vossa Senhoria não questionasse ou contrariasse os desmandos da psicóloga responsável pelo Centro de Resgate para que pudesse ser mantida nesse mesmo serviço.

    É com orgulho que comprovo que não cedeste e por isso estais a pagar o preço pela sua coragem, pois nós sabemos que faz parte do discurso da responsável desse serviço “pioneiro” que a demissão e o aniquilamento são os ônus para aqueles que não se disciplinarem às suas ordens, pois, seu poder na SEMCAS é ilimitado em nome da UNICEF, do Ministério Público, da Vara de Família, da UFMA, da Universidade de Porto e quantas outras palavras mágicas aparecerem para abrir as portas para sua ditadura.

    É bom saber que os usuários que usufruem dos seus serviços não terão vergonha de Vossa Senhoria, agora, entendo, o porquê de vários de seus usuários lhe procurarem fazendo questão de serem atendidos por Vossa Senhoria, inclusive frequentando sua sala, ainda que não estejam mais sendo atendidos diretamente pelo seu setor.

    Ah! Cara Coordenadora, quantos assistidos por Vossa Senhoria lhe agradecem nesse momento, como valeu a pena as noites, os feriados, os finais de semana, que Vossa Senhoria dedicou incansavelmente às crianças e adolescentes nas delegacias, nas Promotorias, nos abrigos, nos hospitais, quantas mãos de adolescentes Vossa Senhoria segurou durante exames de corpo de delito, dos quais, a médica legista do Centro de Perícia Técnica, chegou a comentar que Vossa Senhoria, “mimava demais aqueles adolescentes”, quantas teimosias, quantos choros, quantos xixis, braços doloridos e cabelos babados Vossa Senhoria encarou com humor e aí sim, com um “SORRISO” que só a senhora sabe dar.

    Falo daquela que conheço e muitos do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), Judiciário e Rede de Atendimento também conhecem e confiam, falo daquela que parabenizo por ter lisura e ética no seu processo de trabalho, lembro de sua fala durante as eleições para prefeito, permita-me: “…defendo a continuidade das políticas públicas, não aquele ou este partido político…”; ou durante momentos de reflexão técnicas sobre os desmandos da psicóloga responsável pelo Centro de Resgate das Relações Familiares: “…apoio e concordo com toda indignação técnica acerca das práticas dessa psicóloga que contrariam o estabelecido pela Política Nacional de Assistência Social e tipificação sócioassistencial, mas não apoio nada que venha contra a secretaria da Semcas, pois faço parte desta gestão…”, senão com estas palavras senhora coordenadora, mas com outras próximas a estas.

    Um grande abraço solidário e obrigada pela convivência humana e respeitosa que privam aqueles que convivem com Vossa Senhoria.

  30. José Brasil

    Sobre o comentário Conteúdo inteligente
    Apesar de o comentário haver sido direcionado à equipe do nobre blogueiro, à qual, havemos de concordar, goza de capacidade intelectual e jornalística, tomo a liberdade de oferecer resposta aos questionamentos propostos pelo autonomeado Conteúdo Inteligente, que, pela ampla defesa apresentada, conduz à conclusão minimamente lógica de se tratar da própria Senhora Artenira ou de alguém muito próximo, mas, enquanto não se identificar, ficará em aberto, razão pela qual não oferecerei nenhuma resposta direcionada a pessoa identificada.
    Ingressando no conteúdo dos questionamentos, temos, humildemente, a seguinte opinião:

    Questionamento nº. 1 – R) Felizmente, a capacidade intelectual, mesmo agregada a trabalhos científicos, e posição de destaque em instituição de ensinos, mesmo fora do país, não é o termômetro, ou mesmo a confirmação sólida de que se trata de pessoa lúcida, polida, cortês, emocionalmente controlada, de caráter, princípios e valores, e que tenha a postura adequada no trato social com os seus pares e aqueles que ocupem posição superior ou inferior à sua, sendo máxima do senso comum que, para saber o caráter de um homem, basta lhe dar poder.
    Ademais, títulos e condecorações, são apenas respostas de trabalhos desempenhados, mas jamais o sustentáculo de que o referido profissional é detentor de incomensurável equilíbrio emocional, e idoneidade moral, muito menos de que a sua participação no serviço público, mesmo sob o manto da contratação irregular, se dá sem abuso de poder, ou constrangimento ilegal aos colegas.
    Aqui, dado que somente os comentários produzidos por Andrio Bezerra lhe são benéficos, na medida em que a esmagadora maioria dos comentários, colocando em segundo plano a própria irregularidade da contratação, informam de forma geral que, infelizmente, os diversos títulos e trabalhos científicos produzidos pela profissional não lhe serviram de senda para o crescimento enquanto ser humano. Acredita a profissional, contrariando o filósofo John Donne, que é uma ilha em si só! Ou seja, que somente carece de si, ou daqueles que lhe são úteis na busca contínua de promoção pessoal à qualquer custo. Contudo, como a história hodiernamente tem provado que John Donne acertou quando pontificou que nenhum homem é uma ilha em si só!
    Se mesmo que o curriculum apresentado como questionamento fosse mecanismo de atribuição de caráter, princípios e valores, o que não é o caso, as outras experiências vivenciadas na sociedade, em contrário a linha de raciocínio apresentado, são condutoras de que se trata de pessoa emocionalmente desestruturada, pois que, apesar de ter trabalhos desenvolvidos na área de saúde, não encontra nenhuma voz para defender a implantação de seus projetos, em razão de suas condutas questionáveis, e pelo desequilíbrio emocional que lhe é peculiar, ninguém da área de saúde lhe oferece apoio.
    Não, o fato da profissional ser referendada nacionalmente com inúmeros prêmios, títulos acadêmicos, publicações em geral, projetos de pesquisa cnpq etc… e internacionalmente NÃO LHE CONCEDE A BLINDAGEM SOBRE A LOUCURA, na medida em que as suas ações, enquanto ser humano, no trato social, e no ambiente de trabalho é que lhe outorgam qualidades ou defeitos, que, infelizmente, com base nos comentários anteriores, qualidade, afora a atribuída por você mesma, não lhe pertence enquanto ente social de convivência coletiva. O que se questionou nos comentários foi o desequilíbrio emocional enquanto prestadora de serviço público (APESAR DO CONTRATO IRREGULAR), que usa de suposto poder dado pela Secretária e pela Unicef para impor a sua vontade aos servidores da SEMCAS pela via da coação moral.
    Sem fazer comparação entre a profissional e os nomes a seguir listados, vários indivíduos, durante a história humana, foram detentores de incomensurável capacidade intelectual, ao ponto de serem imãs de seguidores, sendo conhecidos até os dias atuais, mas, como a própria história conta, eram desequilibrados emocionalmente, ao ponto de levarem a morte incontável número de seres humanos que não comungavam do seu mesmo modo de pensar. São exemplos Napoleão, Hitler, Saddam Hussein, dentre outros, que sempre reconheceram a si como superiores dos demais seres humanos, mas, apesar de intelectualmente privilegiados, foram pessoas que abusaram do poder que detinham.
    Portanto, capacidade intelectual e reconhecimento internacional não são provas do equilíbrio emocional.

    Questionamento nº. 2 – R) Como dito acima, tal fato não serve de sustentação de que se trata de uma pessoa equilibrada, já que não se deve confundir mérito como profissional com personalidade.

    Questionamento nº. 3 – R) Seguramente são pessoas que conviveram com a referida profissional, ao ponto de afirmarem se tratar de pessoa desequilibrada emocionalmente, que mesmo contratada de forma irregular, usou do nome de uma entidade séria com a UNICEF para fazer desmandos. Ao meu sentir, não há motivação outra que não fazer com que as leis sejam respeitadas, e que profissional contratado irregularmente não permaneça nos quadros do Município abusando moralmente dos servidores que ingressaram de forma legítima e regular.
    Contudo, a qualidade e a motivação são o que menos importa no caso, quando se está diante da prática de condutas irregulares.

    Questionamento nº. 4 – R) Seguramente nenhum resultado real, na medida em que as imposições da profissional para com os servidores dos CREAS se deu como forma de maquiar a transferência de números de atendimentos dos CREAS para a justificar o funcionamento de Centro voltado exclusivamente ao atendimento de agressores, que, como é público e notório, não tem nenhuma utilidade prática, na medida em que os poucos casos atendidos pelo referido centro se deram pela via forçada, quando se sabe que o objetivo, conforme amplamente divulgado na mídia, era o atendimento espontâneo.
    Na prática, é desconhecimento geral de que houve qualquer contribuição da referida profissional ao município de são luis, principalmente no campo da assistência social, já que, até que o contrato veio à tona neste blog, a referida profissional sempre se apresentou com representante do UNICEF, e, além, o contrato foi direcionado a proteção social básica, desenvolvida nos CRAS.
    Agora pergunto eu, QUAL O RESULTADO MENSURÁVEL E OBJETIVO DA REFERIDA PROFISSIONAL NOS CRAS? EM QUAL CRAS ESTA PROFISSIONAL ESTAVA LOTADA? QUANTAS HORAS DIÁRIAS TRABALHAVA NO ÓRGÃO? Porque da pergunta? Simples, ela tinha um contrato, pelo qual recebeu recurso público, e, como todos sabem, ia uma única vez por semana, num CREAS, mas apenas para tratar de assuntos relacionados ao seu Centro de Atendimento ao Agressor.
    Outrossim, mesmo que a contratação da referida profissional fosse legal, o que afirmado pelo blog que é ilegal, esta não poderia interferir no funcionamento dos CREAS, e, portanto, qualquer intervenção produzida por esta seria ilícita, já que não detinha autorização para prestar serviço nesse órgão.
    Quanto ao trabalho desenvolvido pelos servidores, qualquer resultado, por menor que seja ao olhos do(a) autor(a) dos questionamentos ora respondidos, são REAIS, mas, acima de tudo, oriundos de processo legal, na medida em que os profissionais se encontra legalmente investidos da condição de servidor público.

    Questionamento nº. 5 – R) Quem deveria responder seria a própria Secretária, que, apesar da gravidade do assunto, manteve-se calada. Mas pergunto eu, você cometendo um crime, viria a público apresentar um documento fundamentando a ilegalidade? Lógico que não! Só que, mesmo que existisse tal atitude, ela jamais poderia ir contrário à própria lei, que, conforme o próprio blog apurou, não permite a contratação na forma firmada pela SEMCAS com a referida profissional.
    Agora pergunta para o Ministério Público se tem alguma ilegalidade, que ele vai trazer um documento assinado fundamentando isso e pedindo a responsabilização dos envolvidos.

    Questionamento nº. 6 – R) Não é uma questão de Maranhão, ou de denegrir pessoas. Trata-se de processo natural pelo qual vem passando a sociedade brasileira, que, cansada das imoralidades praticadas na administração pública, tem buscado respostas e responsabilização das pessoas que tem trazido danos à sociedade como um total, sendo o exemplo mais atual a condenação dos mensaleiros pelo Supremo, a recente investigação do caso Rosemary, Carlinhos Cachoeira, afastamento de prefeitos, dentre outros.
    Apesar de não ser profissional da área de saúde ou da assistência social, mas, afora o marketing da própria SEMCAS e da referida profissional, e eventuais números maquiados que venham à tona após o escândalo descoberto pelo blog, à nós, cidadãos comuns, diante do caos que se encontra a assistência social, e dos escândalos com não aplicação de recursos na área, conforme matéria exibida na mirante, não vimos nenhuma melhora de indicadores.
    Mas pergunto, será que uma pessoa que recebe e não trabalha (O CONTRATO ERA PARA SER NOS CRAS, LEMBRAM-SE?), pode chamar alguém de ocioso? NÃO É ATRIBUINDO DEFEITOS AOS OUTROS QUE AFASTAMOS OS NOSSOS!

    Questionamento nº. 7 – R) Imagino que essa pessoa do comentário deve viver muito bem financeiramente, ao ponto de colocar o valor de R$ 1.950,00 como irrisório; desprezível, quando a maioria da população brasileira vive com um salario R$ 622,00, inclusive aqueles que prestam serviços a referida profissional.
    A afirmação proposta no questionamento que respondo, é no mínimo um desrespeito com a enorme quantidade de pessoas que vivem com um salário mínimo, pois se esquece que, mesmo pessoas capacitadas recebem tal remuneração, e não raros casos, menos de R$ 1.950,00, não por falta de competência, mas de oportunidade, que, no caso da profissional, deve ser desconhecido, já que, além de ter a sua formação custeada por seus pais, sempre teve muitas portas abertas por causa das relações destes, que, vale ressaltar, diferente dos comentários relativos a profissional, sempre foram bem quistos pela sociedade, reconhecidos como pessoas de elevada intelectualidade, mas que nunca utilizaram de suas posições galgadas por mérito para desmerecer quem quer que seja.
    Contudo, como estamos diante não só de um contrato irregular, mas de uma contratada que nunca desempenhou o serviço ao qual foi contratada, não é irrisório, POIS SE REFERE A UM PREJUÍZO AOS COFRES PÚBLICOS DE R$ 11.700,00 (ONZE MIL E SETECENTOS REAIS), já que se trata do valor R$ 1.950,00 multiplicado por 6, além do 13° proporcional.

    CONTUDO, O VALOR DEVE SER SIM SATISFATÓRIO A ATENDER OS CUSTOS DA REFERIDA PROFISSIONAL, COM BASE NA SUA CAPACIDADE TÉCNICA, POIS, SE FOSSE IRRISÓRIO, NÃO TERIA ASSINADO UM CONTRATO COM TAL VALOR, A NÃO SER QUE O CONTRATO TENHA SIDO SÓ DE MIGUÉ!

    Questionamento nº. 8 – R) Essa é a pergunta que não quer calar, e, infelizmente, não terei resposta. Só sei que os ilícitos, irregularidades, desmandos e abuso de poder, conforme a história tem provado, não sobrevivem por muito tempo, e, sendo verdade o que falam da referida profissional, logo as tais instituições tomarão conhecimento, assim como ocorreu no caso que deu origem ao presente comentário, que se refere a um contrato irregular que, tanto a referida profissional, quanto a Secretária, cônscias da impunidade, acreditavam que jamais seria descoberto.
    Se os atos praticados pela profissional estiverem tão escondidos quanto foi o contrato, isso talvez responda a pergunta que não quer calar: ELA TEVE SIM PODER DE LUDIBRIAR AS INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS E NACIONAIS!
    Pergunto: comprovada a ilegalidade da contratação, será que após as referidas instituições, ao tomarem conhecimento de tal fato, ainda abrirão suas portas para a profissional que se acha o centro do universo? Acredito que não!

    Por fim, apesar de me restringir a responder aos questionamento propostos, aproveito para comentar a infeliz posição tomada pelo Andrio Bezerra, que, sem a mínima prova, tenta tirar o foco da acusação que pesa sobre a profissional e a secretária, atribuindo acusações levianas a uma pessoa séria, como é a Coordenadora dos CREAS.

  31. fernanda

    Caros, inclusive o dito conteúdo inteligente. precisaria ser mais inteligente para perceber alguns equívocos na sua fala.
    1. A pessoa mais inteligente que já pisou na face da terra, chama-se Jesus Cristo, e este não tinha doutorado e nem mestrao e não ganhou prêmios interncionais, mas é reconhecido por toda a humanidade, porque é DOUTOR EM AMOR, HUMILDADE, SABEDORIA coisa que até onde se sabe essa doutora, que se diz o máximo não tem.
    2. Os dito grandes intelectuais, são os mesmos que construíram armas ou tomaram o poder para exterminar a humanidade, vide, Adolf Hitler, na Alemanha, que com todo o seu poder e se achando o maior dos homens condenou judeus, Homossexuais a morte, o Físico Norte-Americano, Julius Robert Oppenheimer, criador da Bomba-atômica, tb tinha um grande conhecido, utilizado para matar, para acabar com um povo. (o Poder embriaga)Será Conteúdo inteligente que realmente disso que precisamos, pessoas inteligentes, mas doentes que não sabem o que é o preço do amor ? Como dizia Charles Chaplin, mas do que máquinas, precisamos de humanidade. Se trouxermos para o Brasil, os grandes “ditos” intelectuais que tem ficha invejavel, com sociólogo, professor notadamente reconhecido pela universidade de Paris, etc e tal, que foi Presidente de um País, mas que precisou um operário nordestino chegar ao poder para que realmente o país pudesse avançar, principalmente em relação aos pobres, então carissimo o conhecimento é importante, mas de que vale tanta inteligência, se ela é para o Mal?????? Toda São Luis conhece essa dita doutora e as referencias são sempre relacionadas com abuso, falta de educação, humilhar os outros. O conhecimento sem humildade, sem rconhecer a potencialidade dos outros, de NADA VALE.
    Quanto `coordenação dos CREAS, até onde se sabe, publicamente, trata-se de uma profissional respeitadas por TODAS as instâncias de garantia de direitos, conhece a Política como poucos, inclusive no âmbito da SEMCAS e tambem não responde a processos judiciais.
    Outra coisa, o que o conteúdo inteligente diz que é um valor irrisório para uma “DOUTORA”, quero lembra-la que o salário mínimo nacional é de 620,00 e pessoas que tem seu grau de conhecimento, mas talvez não sejam doutores sobrevivem, sustentam casas e famílias e trabalham 40 horas ou mais horas semanais, então sr. ou sra. inteligente MAIS HUMILDADE, MAIS DUCAÇÃO, MAIS RESPEITO A QUEM CONSTRÓI O PAÍS E A POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTENCIA SOCIAL, ela merece, pois casos não saíba, é fruto da construção por pessoas que não tem acesso aos direitos básicos de sobrevivência.
    3. quanto ao financeiro, vamos deixa a cargo do MP….. né?????? quem não deve não teme
    ah… não é preciso denegrir a imagem da dita Cosultora, ela mesma faz isso sozinha, é só procurar o departamento de medicina, e outros espaços, alguém precisa realmente denegrir a imagem dela????????????
    4. Bom quanto á enganar muitos… isso se explica facilmente, como disse tantas pessoas já enganaram a humanidade, com promessas, inclusive o próprio Maníaco do parque, lembram???? quantas ele atraiu com a sua boa fala e promessas de projeções internacional. tudo mera coincidencia. Bom contra as denúncias e provas, a SEMCAS QUE RESPONDA… PALAVRA MP…… ah… então se tem transparência não será díficil explicar, né????????

  32. Guerreiro

    O que é de se espantar,é como as pessoas como esse Andrio Bezerra defende esse monstro podre terrorista da Artenira,pois quem não a conhece pessoalmente,e fica sabendo das suas tem um repúdio e um asco muito grande dessa pobre alma,pois já esta morta a muito tempo,infelizmente pelos processos que responde,percebe-se que é fria e amarga,com certeza não é feliz.As pessoas competentes como a diretora dos CREAS não procura os espaços para trabalhar,eles é que vão até ela,ao contrário de outros profissionais pseudo inteligentes,pois a diretora dos CREAS além de sua competência,é referência no SGD e sobretudo conhece a política da assistencia social do avesso,aí vem pessoas oportunistas querendo se dar bem a custas de camaradagem política,e por serem completamentente desinformadas e equivocadas querem se prevalecer a custas de outros profissionais para ganhar credibilidade,pois estes mesmos são os escritores de uma tal tese.A tal da tese que na instância da saúde foi vista com indifrença e foi socorrida e acolhida na SEMCAS. Diz o ditado de um pensador:que pessoas inteligentes falam sobre ideias,pessoas comuns falam de coisas e pessoas medíocres falam de pessoas,não sei como pseudo doutorzinho(a)s,desavisado(a)s que usam sua inteligenciazinha para o mau se infiltram em setores que não se indentificam,o que concluimos,conforme relatos que aqui no blog do Neto observamos,é que só se dão bem através de conchavos políticos e não tem nenhum tipo de compromisso naquilo em que se comprometeu a desenvolver em quanto profissional ético.Pessoas assim são incompetentes,pois poderiam muito bem usar a sua inteligencia para fazer o bem e não perseguir pessoas,portanto esses intelectuais marginais sociais que se camuflam nos movimentos sociais devem ser banidos,como fazem parte da escória humana e envolto a podridão de escândalos pessoais,profissionais e conjugais deveria ficar calada e seguir em frente antes que seja aniquilada como um verme e desmoralizada em mídia local.Eu só sinto pelas pessoas próximas de nós que estão sofrendo esse infortúnio causado por um capricho de uma pessoa que tem características de psicopatia breve ou descompensada, esta mesma pessoa faz denuncia de todo um trabalho que vem sendo desenvolvido a 4 anos com muito afinco,responsabilidade e seriedade(como a diretora dos CREAS),ao contrário de outros que irresponsavelmente e deliquentemente querem descreditar,despretigiar as atividades desenvolvidas por profissionais que apriendem assistencia,portanto esses profissionais deslumbrados,ou seja,que se dizem poderosos querem barganhar por méritos arbitrários,condecorações inválidas,inapropriadas e inóspitas prevalecendo-se não sei do que para ganhar respeito e admiração das pessoas que o cercam,a única garantia que esse profissional pode obter é de um profissional ridicularizado em público onde o mérito que irá receber é de imcopetência e despreparo fazendo uso de sua inteligenciazinha de forma torpi.

  33. Guerreiro

    Gostaria de fazer uma correção,refiro-me não a diretora de CREAS e sim a coordenadora dos CREAS

  34. Caio

    É muita cara de pau a cidadã do contrato vir ao blog, sem coragem de assinar seu nome, fazer defesa de si (Ela é o Andrio Bezerra e o Conteúdo Inteligente), mas a verdade é que ninguém lhe defende, pois todos sabem do seu caráter. Como não conseguiu apoio de defesa, segundo noticias de bastidores, deu chilique na frente da secretária, pedindo a cabeça de uma certa coordenadora, que nada teve como a presente matéria, pois, diferente da citada pessoa, tem muito trabalho a fazer. Tal postura, além de provar o seu perfil maldoso, de julgar e condenar, sem antes ouvir o outro lado, é mais uma forma de mostrar poder, para deixar os outros servidores em estado de medo, pois, se uma pessoa grande da SEMCAS pode ser demitida para atender aos interesses dela, o que acontecerá com os pequenos. Mas, apesar dos boatos, não acredito que a Dra. Roseli seja tão tola, depois de tantos comentários contra a cidadã, ficar do seu lado de forma incondicional, e demitir alguém só para atender a caprichos de uma menina minada.
    Neto, e demais interessados, o comentário do Conteúdo Inteligente (da cidadã), por si só prova que ela age sempre com a intenção de agredir as pessoas, vendo-as sempre como menores, basta ver que ela usa de eufemismo (Retórica Figura que consiste na substituição de um termo ou expressão rude, chocante ou inconveniente por outro mais suave ou agradável) no questionamento 7 chamando os críticos dela de néscios e letárgicos, pois NÉSCIO significa
    Ignorante; estúpido e LETÁRGICO significa excessivamente preguiçoso. Ou seja, usa de palavras mais apuradas, que aparenta suavidade, para ser o que sempre foi, uma pessoa rude.
    Quem conhece a cidadã sabe que esse termos OCIOSO, LETÁRGICO E NÉSCIO são a marca registrada dela, que sempre usa contras as pessoas as quais ela quer prejudicar. Precisa de mais prova para saber que o comentário é dela mesma? Não!
    Tá na hora da secretária dar um basta nessa louca, ou ela vai acabar pagando o pato pelas maluquices dela.

  35. Regis

    Não querendo tomar partido e não conseguindo entender o ataque à coordenadora dos Creas, por parte do Andrio Ribeiro, pois o que está em pauta é o contrato irregular de uma “profissional”, me senti induzido a me manifestar e pelo que conheço da coordenadora, esta na atual Gestão, dentre os profissionais que ocupam cargo de confiança,é uma das únicas que tem gabarito para falar sobre a Política de Assistência Social e tal conhecimento, já pôde demonstrar em vários momentos que precisou discernir sobre o tema nos vários espaços de discussão do Sistema de Garantia de Direitos.Portanto, não acredito que precise usar de artifício obscuros para pleitear um cargo.

    Também não posso deixar de dizer…
    Valeu José Brasil!!!!!!!!!!!!!!!!!

  36. Kátia Neves

    É lamentável a situação pela qual nos defrontamos, depois de tantos avanços no campo da Política de Assistência Social retroceder quando do destaque as atrocidades de uma pós doutora sem experiência na referida Política. Quadro este que com a denúncia da “contratação irregular” veio a público, mas que há bastante tempo instaurou-se na SEMCAS.
    Tal situação remete a falta de Integridade e coerência com que a coordenadora do Centro de Regate das Relações Familiares vem conduzindo as relações profissionais, revestindo-se de grande poder para tanto.
    Revela em sua sabedoria nenhuma capacidade profissional de se relacionar. Fazendo com que as outras pessoas sintam ojeriza a ela, desconhece o que sejam relações interpessoais e o significado da empatia,pois Ter sensibilidade para lidar com o outro é para ela o calcanhar de Aquiles. No âmbito da Assistência Social isto é inconcebível no lidar com o outro profissional e principalmente com nossos usúarios classificando uma prática dessas com altamente nociva.
    Na verdade, a empatia se desenvolve com a prática, primeiro conscientemente (tomando notas do que o outro diz, escutando dúvidas e necessidades), e depois convertendo isso num hábito diário o que o inverso se observa, ainda mais quando associada dentro de uma Secretaria a uma Superintendente de violação de Direitos que a tudo aprova configurando como uma tremenda puxa saco, a tirania rola solta. (Penso que o texto da Maria Clara foi perfeito, esqueceu apenas deste detalhe).
    Flexibilidade é outra característica que lhe falta pois trabalhar com equipe que contenha uma diversidade de pessoas, que vai ajudar a aceitar que não existem verdades absolutas e que vai emitir opinião observando os vários pontos-de-vista para desenvolver um trabalho não é seu forte.
    E extremamente contraditória demonstra Autoconfiança, porém autoconhecimento parece ignorar, para ser autoconfiante faz-se necessário enxergar como as pessoas ao seu redor a veem, mas para ela esse olhar é válido apenas quando direcionado de “figuras notáveis”.

    É persuasiva. Influenciar e persuadir os demais para alcançar os objetivos propostos é uma habilidade muito poderosa, têm um inexplicável magnetismo com o outro, para que eles deem o melhor de si. Mas sem coerência em tudo o que diz ou faz, é complicado, a credibilidade tem que ser sua segurança. Não devemos confundir essa poderosa habilidade de persuadir com a de manipular as pessoas, pois nesse caso essa capacidade deixa de trazer benefícios no campo profissional e pessoal.
    Aprendizado e desenvolvimento pessoal. Aqueles que estão dispostos a iniciar novas tarefas e buscar novos enfoques ou novos modos de fazer as coisas; sentem-se mais motivados com o desenvolvimento pessoal do que com as recompensas materiais que possam vir a ter.

  37. Conteúdo Inteligente

    Prezados,

    É com grande satisfação que recebo o prelúdio do esboço do exercício da dialética argumentativa, embora em patamares ainda insatisfatórios, sobretudo no que tange à patente incapacidade de fundamentação dos denominados Maria Clara, José Brasil, Fernanda e Guerreiro. Não iremos especular sobre suas reais identidades, pois tal já está sendo judicialmente providenciado com a identificação dos IP´s que aqui se mostram.

    Caro José Brasil, é lamentável que sua estruturação de resposta seja demasiadamente deficiente em termos de nexos causal e de plausibilidade cognitiva. Não raro, encontram-se contradições superficiais e pueris. Mas já que temos que refutar o que por si só é deficiente, façamo-lo. Sobre seu 1o, aqui utilizaremos o termo preposto, tendo em vista a ausência de termo aplicável ao seu singular poder de limitação argumentativa, vejamos o que se segue…é triste que sua ausência de vivência acadêmica lhe imprima tal obtusa visão da mesma. Tratam-se, quando composta por eminentes pessoas e profissionais, de meio saudável, estimulante e que imprimem dignidade, com seus inúmeros benefícios, a toda a comunidade e, em uma visão mais abrangente, à humanidade. São inúmeros os exemplos neste sentido. É desonestidade intelectual, sem qualquer senso de relação causal, sua comparação com indivíduos sabidamente doentios. É-me difícil mesmo entender qual o seu ponto, se é que há algum. Em seu 2o preposto, você, que faz um ménage com o 1o, sem ter percebido as particularidades entre os mesmos, reforça nossas premissas já expostas em seu 1o preposto. Aproveitamos, em favor do exercício lúdico, enfocar que a confusão de conceitos, tais como caráter, personalidade, loucura, só para citar alguns, seguramente não lhe cabem, tendo em vista a sua evidente ausência de alicerces técnicos, restando apenas o devaneio e o uso mundano dos mesmos, sem qualquer validade aos olhos da verdade e do discernimento. Assemelha-se, remontando ao que colocamos como lúdico, a um louco medieval, que profanava, a esmo, suas misérias e ilusões, servindo apenas de chacota aos transeuntes e de aborrecimento aos poucos iluminados da época. Em seu 3o preposto, é rapidamente identificável o desconhecimento e o uso da inverdade. Quem são as pessoas, nomes, endereços, vida a quem o sr. cita? “Pessoas” parece, remetendo aos tempos sombrios do nazismo, ao modus operandis de Goebbels (guardadas, naturalmente, todas as proporções), que se fazia criar identidades de massa sem qualquer materialização das mesmas, mas que, sob o horror da época, tinham como único efeito a manutenção de um estado de tensão e medo, que, como bem sabemos, em nada auxiliou o fatídico III Reich em seu desfecho. Assim, recomendamos, a critério de veracidade e materialização, que as tais “pessoas” se manifestem e se identifiquem, naturalmente fundamentando condizentemente suas posições, em benefício do livre exercício democrático de suas opiniões, respeitados os limites do estado de direito. Em tempo: o uso esporádico, na infeliz tentativa de mascarar uma pseudolegitimidade do conhecimento, de um pensador presente no conteúdo das massas, reforça, ainda mais o já pífio domínio das matérias do saber humano. Sobre a entidade internacional citada, basta buscar em seu setor específico para ter-se a verdade em questão. Sobre o ingresso dos ditos servidores, são os mesmos vítimas? Ou seriam possíveis agentes do mal uso do dinheiro público, ao serem pagos para exercer determinado papel, quando, em sua posição de fato, pouco é feito, conforme números disponíveis que serão demonstrados, em momento e ambiente oportuno, ou seja, a corte. Talvez esta seja a real motivação de alguns menos ocupados e em débito efetivo com o erário e a sociedade, quando os lesam ao serem pouco úteis e caros aos mesmos e, ao se depararem com a evidência irrefutável de tais patamares, entram em pânico e plantam inverdades, desconhecendo, neste momento, as inevitáveis consequências jurídicas que enfrentarão. Em seu 4o preposto (e esperamos que, neste momento, a descompensação auto-imune de sua possível autora ainda não tenha atingido seu zênite), parcialmente esclarecido anteriormente, acrescentemos que a mensuração em carga horária é típica da parcela do funcionalismo público ocioso e parasitário, esquecendo que o objetivo ou meta deve ser atingindo. Talvez, se tal mentalidade fosse possível de ser vivida, pouco tempo restaria para a sra. redatora e seus auxiliares para difamar outrem. Sobre o 5o preposto, voltamos à nossa primeira explanação, lembrando, mais uma vez, que não cabe a sra. redatora o cunho de criminalizar quem quer que seja, sobretudo fazendo uso de documentos de uso restrito de órgão público ( o que é crime), atribuir a sra. secretária algo que não é de sua responsabilidade (modus operandis de denegrir gestão anterior para ganhar pontos com a nova gestão, outro crime). Em seu 6o preposto, mais uma vez uma repetição de pouca inteligência e de nexos relevantes, vamos nos limitar a considerar que a situação objetiva do Maranhão já é bem documentada em inúmeros órgãos classificatórios. Sobre sua posição não-objetiva, tendo em vista sua patência, vamos apenas considerar que se trata de localidade sabidamente limitada em inúmeros aspectos, lamentavelmente muito se perde quando algumas pessoas, como as infelizes do presente contexto, não conseguem, por sua única e exclusiva responsabilidade, atingir níveis de satisfação e de excelência pessoal e profissional, restando o uso de seu tempo, energia e pouco atributos dignos ao nefasto intuito de coibir a exposição evidente de fatos desconcertantes que revelam o uso inadequado dos objetivos. Lembrando que o ônus da prova cabe ao acusador, logo é a sra. redatora e a seus auxiliares que devem por o referido parecer do ministério público. Seria muito estranho, aos olhos menos avisados, que até o presente nada de concreto e por indivíduos referendados tenha sido demonstrado. Naturalmente, estamos procedendo junto aos meios jurídicos para punir essas atitudes concretas. O 7o preposto é mais penoso ainda, lembrando que em nada tem de ligação com o referido pela sra. redatora( que deveria, juntamente com seus auxiliares, melhorar os atendimentos dos Creas, tornando-o um exemplo objetivo, o que tem sido feito em parte após a consultoria externa), apenas lembrando que é muito mais oneroso ao erário a contratação de indivíduos que não atendem suas metas, reflexo não de suas limitações, mas sobretudo de má coordenação. Ressaltando que a sra. redatora entenderia a matemática sugerida se, como muitos, tivesse atividades no referido patamar. O último preposto, é a própria denunciação da incapacidade, absurdamente finalizada com mais devaneios e despropósitos que, em si próprios, não merecem mais adendos. É a derradeira mostra de como a sra. Sandra, coordenadora do Creas, ataca sórdida e criminosamente. Curioso notar que tal personalidade, sem maior relevância no cenário local, não tenha sido atacada. Como de costume, restam às pessoas de maior projeção todo o ônus do rancor destes tipos de indivíduos, não sendo a Artenira a única, mas muitos profissionais do direito, medicina e de outras áreas que enfrentam corajosamente os horrores desta localidade.

    Em relação aos demais factoides, provenientes da mesma fonte e de seus auxiliares, seus parvos comentários já foram facilmente desvendados, restando apenas aos srs. a repetição uníssona de inverdades e do exercício da pouca inteligência, mascaradas sob a forma de humildade sem lastro e vitimização patética. Por fim, é mais um motivo de dó que não suportem a realidade dos títulos, capacidade, reconhecimento e demais da Artenira, que são reais, basta acessar (se souberem como) os domínios públicos no referido sentido. Aliás, há outras Arteniras por aí, que vocês mesmo reconhecem e desmerecem em capacidade e demais atributos. Por que não procuram melhorar suas vidas, ocupando-se ao invés de atacar as pessoas? Ou a cada ser deste porte vocês irão se indispor e destilar suas insatisfações pessoais? Vão viver sempre assim? É que querem ensinar aos que lhes tomam como exemplos? Por que não buscar, por seu mérito e esforço, seu caminho digno e legítimo? Assim, ao se tornarem pessoas e profissionais melhores, poderão ter algo melhor a oferecer para os outros.

    Até lá, usem o que possuem em propósitos mais úteis.

  38. Misericordioso

    Ei galera

    Tá ficando difícil manter algum nível, né? Vamu trabalhar e mostrar o que agente sabe

  39. Dignidade

    Ei gente

    Isso aqui deixou de ser interesse de vários para evidenciar um monte de dor de cotovelo.

    A secretária é honesta, o contrato é legal e a mocinha é foda mesmo!

    Acho que vamos virar o jogo em nosso favor.

    Boa semana.

  40. Curiosíssima

    Caraca!

    Quem foi o cara (de Roberto Carlos) ou sua versão feminina que escreveu esse tratado histórico intelectual? Quero saber urgente! Vamos contratar para uma palestra?

    Farpas à parte, o cara conhece mesmo os DETALHES de Roberto Carlos.

    Se for homem e tiver solteiro, quero conhecer. Aparece, vai! Beijos.

  41. Sherlock Holmes

    Ao invés de fomentar intrigas, por que a secretária não é informada dos seus subordinados que possuem sabidamente mais de um emprego público e não cumprem sua carga horária de trabalho nos órgãos ligados à secretaria, denegrindo a imagem dos técnicos sérios e que arduamente trabalham?

  42. marlene

    Concordo com o Caio, não posso acreditar que depois de todas as denúnicas e pelos comentários geral, onde somente esse atordoado Andrios e esse tal conteúdo dito inteligente, que sabemos ser a mesma pessoa, defendem uma deslumbrada, que é mais conhecida do que outra coisa não por sua competência, mas principalmente pelos escândalos que apronta em tudo que é lugar. è só ir á UFMA, TJ., etc…Onde já tentou barganhar esse tal centro nas gestões anteriores da assistência, sendo posta prá CORRER, porque quem bem a conhece, sabe que com uma LOUCA, na frente , trabalho NENHUM se constroi, não a base de gritos e desmandos, não sem dialogo e levando em consideração a opinião dos outros. VERDADE, Caio, ou a Secretára afasta essa “doutora”, pois é impossível SOMENTE ela poder ficar a frente de um projeto que de pioneiro não tem nada, quem é do SGD sabe que já se tentou implantar em São Luis, e muito menos inovador, já que em outras capitais brasilieras acontecem, talvez seja os dois, somente para agradar a essa pessoa, talvez seja pioneiro nos gritos e desmandos e inovador no autoritarismo que a mesma empreende no projeto. aí sim, dá prá concordar. Sem falar que arrotar poder envolvendo entidades sérias como UNICEF, MP, Universidades, passa longe de competência profissional. Então para concluir a Secretária da SEMCAS, deve ver realmente qual o perfil dessa tal consultora, todos os estragos que tem feito, antes que ela vá junto no bolo e acabe o mandato tristemente.

  43. JUVENAL JURUBEBA

    A Justiça não é somente uma mão única. Lembre de que o seu IP também está sendo rastreado, podendo ou não ser acionado judicialmente.

  44. Conteúdo inteligente

    Prezados,

    Como já deve ser de seu conhecimento (do contrário basta acompanhar no site do TJ) os pedidos de interpelação criminal e de quebra do sigilo dos ip´s já foi realizado, o que é apenas o começo. As demais ações civis e criminais seguir-se-ão a posteriori.

    E lembrem-se de que a justiça não é de mão única, e muito menos existe apenas o estado do Maranhão.

  45. LUCAS DE SOUZA

    de tudo que li (e não foi pouco) em nenhum momento se é mencionado a questão da satisfação ou resultado dos atendimentos realizados por esse tal Centro de resgaste do agressor. Tudo me parece – como leigo que sou – uma grande “FOFOCA”, sem que o alvo principal que é à assistência a quem realmente precisa seja mencionado.Por que não se comparar objetivamente os resultados dessa “LOUCA” com os que anteriormente a Secretaria alcançava? Por que não medir estatisticamente a satisfação dos atuais usuários a esse atendimento relaciona-das com os atendimentos anteriores? Sabemos – e eu sou funcionário público há vinte anos, que em nossas fileiras há aqueles que efetivamente trabalham e há aqueles que ainda (como se vivessem num passado distante – que se aproveitam do funcionalismo público para ter apenas suas rendas “engordadas” e que quando algo novo é implantado e que esse algo exige que os profissionais trabalhem efetivamente, há todo um movimento “contra” a novidade já que obrigará aqueles que tem diversas atividades externas a se dedicarem ao funcionalismo público.
    Baseados na informação acima de que o trabalho do tal Centro não é pioneiro como se diz, pesquisei na Net e não encontrei em lugar nenhum referência a este trabalho em qualquer que seja o órgão ou entidade, acho que é mesmo pioneiro. Mas só isso não garante seu sucesso. Será que existem relatório que comprovem o resultados positivo da ação desse Centro? Os acusadores bem que poderiam colocar aqui a insatisfação dos usuários atendidos ao invés de expressarem apenas suas posições pessoais e emocionais que é isso que me parece que está acontecendo. Fora dos tratados intelectuais, fico me perguntando se a partir dessa denúncias de irregularidade na contratação se já foram tomadas as providências junto ao MP e as instâncias pertinentes. É uma denuncia grave e deveria não ser só exposta ao BLOG, mas levada adiante. Imagino que essa profissional “louca” com tanto poder como se propalou nos comentários acima deva está recebendo uma remuneração bastante significativa para prestar tal consultoria, senão não valeria apenas ser exposta dessa forma. Por quanto foi contratada?
    Qual o salário dessa Coordenadora? Ela é efetiva da Secretária ou saíra do Município na mudança do Prefeito? Parece que todas as vezes em que há mudança de comando na prefeitura bate esse “desespero”. por que essa denuncia só foi feita agora que o Prefeito atual está de saída? Já a contratação foi feita em julho por que só agora a indignação? Se todos concordam que a “louca” não deveria ser contratada, por que não se foi contra essa contratação logo em seu início? Me parece estranho esse comportamento exatamente no momento em que os DAS e os comissionados “da vida” estejam com seus empregos por um fio. Sejamos honesto, não quero defender essa “louca” até porque nada sei sobre ela a não ser o que foi falado acima, mas também não posso me furtar de analisar com calma os comentários e concluir que há um conteúdo muito mais emocional que profissional o que me parece completamente fora do foco principal que é a contratação irregular. Ao ler os comentários iniciais, concluo que a denuncia de contratação foi apenas um mote para o desabafo daqueles que de alguma forma se relacionaram com a “louca” de forma emocional e não profissionalmente. VAMOS TRABALHAR E MOSTRAR RESULTADOS OBJETIVOS. Gostaria que me fosse informado quantas profissionais trabalham na Secretaria e quantos tem a mesma opiniões sobre essa tal Artenira para que eu possa fazer uma avaliação baseada em dados, pois se existem 100 empregados e 10 comentários há algo de errado nisso, mas se a maioria se manisfestar, então concordarei que essa “louca” precisa ser afastada. Não esqueçamos também de consultar os usuários atendidos por ela para que possamos ter um quadro mais realista de tudo isso.

  46. Ronaldo Cunha

    Amigo, só que 100 empregados pra 10 comentários é apenas uma exemplificação de sua opinião. A realidade aqui é de 45 comentários, tem-se 3 a favor e 41 contra, e isto é fato.

  47. YvsEoEsayKflupB

    pKPnFvUXFjBBKQEdDm 1147

  48. Coordenadora

    Em razão dos comentários negativos sobre a Coordenadora dos CREAS, comunico aos que interessar que tomarei as providências legais.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários