Poder

Prefeitura de Bacabal atrasa salários da Saúde

Prefeito de Bacabal.

Prefeito de Bacabal.

O prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa vem demonstrando má fé com o funcionalismo público do município. Os salários da saúde estão atrasados desde agosto, sendo que este atraso é costume em sua administração.

Os funcionários, principalmente os contratados, não sabem como vai ficar a situação, pois não há nem promessas de pagamento e ninguém faz nada.

Em outros municípios, o Ministério Público bloqueou os recursos para pagamento dos funcionários, mas em Bacabal o MP só se posicionou em relação aos concursados e mesmo assim sem sucesso. Um absurdo!

Com receio de retaliações, os contratados temem acionar na justiça o gestor. Afinal, todo trabalhador quer receber seus salários.

De acordo com o denunciante, o MP deveria intervir no município de Bacabal, visto que, o prefeito no seu segundo mandato, não conseguiu eleger seu sucessor e não cumpre com as suas obrigações.

Os postos de Saúde não funcionam a contento, nem o hospital municipal nem a maternidade. A saúde está uma calamidade.

Por fim, o município recebeu recursos do Ministério da Saúde para ampliação das Unidades Básicas de Saúde, e este recurso não esta sendo aplicado devidamente. As obras eram para serem iniciadas em julho do corrente e ate agora nada. Colocaram as placas informando à obra que devia ter começado, mas ate o momento nada.

Segundo apurou o blog, os funcionários vão se reunir e fazer uma denúncia formal e nominal, mas com medo de retaliações, visto que durante todo o mandato foram vítimas de um governo ditador.

E dessa forma, Lisboa deixa vai terminando seu legado em Bacabal. Uma lastima!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Prefeitura de Bacabal atrasa salários da Saúde”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. tatyana

    MAS EM TODO LUGAR TEM JUSTIÇA, MENOS EM BACABAL Q SOLTA BANDIDO TODA HORA, E SAO CORRUPTOS IGUAL AO PREFEITO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários