Poder

Detento publica foto em rede social de dentro de cela, em Imperatriz

Um homem publicou, em uma rede social, uma foto enquanto estava preso em uma das celas da Delegacia Regional, em
Imperatriz. A foto foi tirada e publicada por meio de um telefone celular.

A polícia suspeita que o aparelho tenha entrado na cela durante uma visita. A foto foi postada na página de Leonardo dos Santos, no Facebook no dia 19 de novembro. Ela mostra o preso no interior de uma das celas que ficam no prédio do primeiro distrito policial. Além de postar a foto, o traficante fez comentários e planos para quando voltasse para a rua.

Detento postou a foto dois dias antes de receber o alvará de soltura

Detento postou a foto dois dias antes de receber o alvará de soltura

O homem foi preso no dia dois de novembro e postou fotos de dentro da cela em redes sociais, dois dias antes de receber o alvará de soltura. Esta semana após uma vistoria, onze celulares foram encontrados com os presos.

Atualmente, existem 101 presos nas sete celas do Plantão Central. A capacidade, segundo o delegado regional Assis Ramos é de apenas quarenta e nove presos. Diariamente, a vigilância é feita por um agente penitenciário e dois monitores que ficam de plantão. No prédio existe um sistema de monitoramento feito por 16 câmeras, mas as câmeras não mostram o interior das celas.

De acordo com o delegado, nos dias de visita a vistoria é feita por amostragem e os presos podem receber até dois visitantes, ou seja, durante as visitas 200 pessoas têm acesso às celas. O delegado diz, ainda, que o efetivo é insuficiente e que do jeito que os aparelhos celulares entram não tem como ser detectados.

A 5ª Promotoria de Justiça Criminal da cidade requisitou a abertura de procedimentos investigatórios para apuração do ingresso e uso de aparelhos móveis de telefonia celular nas unidades prisionais da comarca. (Do G1-MA)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários