Poder

Ricardo Guterres destaca benefícios da UHE Estreito para Maranhão

O secretário de Estado de Minas e Energia, Ricardo Guterres, afirmou que o funcionamento da Usina Hidrelétrica Estreito, em toda a sua capacidade, abre novas perspectivas para a economia no Maranhão e coloca o estado em destaque na produção de energia elétrica. Ele participou da cerimônia de inauguração da UHE Estreito, que teve a presença da presidenta Dilma Rousseff.

Dilma Rousseff e Guterres.

Dilma Rousseff e Guterres.

Na visão de Guterres, o Maranhão, na atual administração da governadora Roseana Sarney, se consolidou como um estado produtor de energia, especialmente de energia limpa e renovável, impactando positivamente em termos econômicos e ambientais. “É uma mudança histórica, pois, de um estado de economia unicamente extrativista, ampliou seus horizontes, gerando bases sólidas, neste século XXI, para receber o progresso sustentável. Isso, aliado a exploração, de dentro dos parâmetros ambientais corretos, de suas grandes reservas minerais, de petróleo e gás”.

De acordo com Guterres, o Maranhão, está apto a receber qualquer tipo de investimento. “E é exatamente isso que vem acontecendo.Várias empresas estão se instalando no Maranhão com impacto direto em setores como o imobiliário, em cidades como São Luís e Imperatriz”.

O empreendimento, de R$ 5 bilhões, integrante do programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), com potência instalada de 1.087 megawatts, tem capacidade para atender à demanda de energia elétrica de uma cidade com 4 milhões de habitantes.

O primeiro benefício foi sentido logo durante a fase de construção da UHE, com a geração de milhares de empregos diretos e indiretos. Chegou a 36 mil empregos no pico das obras. Deste total, 85% beneficiaram trabalhadoresda região de influênciado empreendimento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários