Poder

Acaba a greve dos Salva-Vidas

Na manhã desta sexta-feira, 19, o grupamento de Guardas Salva-Vidas, acompanhado da diretoria e representantes do Sindicato dos Funcionários e Servidores Púbicos Municipais de São Luís (SINFUSP-SL), se reuniu com o secretário municipal da SEMUSC – Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania, a fim de discutir a pauta de reivindicações apresentada pela categoria.

O corpo Salva-Vidas declarou movimento de advertência desde o dia 30 de setembro, aos finais de semana, dias em que o movimento dos banhistas é mais intenso, nas praias do Olho D’água e Ponta D’areia.

Diante da paralisação, não foram colocadas nas praias as torres de observação (Faróis), além do não patrulhamento na orla marítima. De acordo com a Guarda, o patrulhamento preventivo durante a semana continuara normal, dividido em três (03) escalas.

Hoje, durante a reunião houve acordo entre a categoria e a prefeitura de São Luís, representada pela SEMUSC, na pessoa do secretário, Luiz Carlos Magalhães, o qual se comprometeu em divulgar e efetivar os nomes dos servidores com direito a promoções, previstas na lei 5.509/11, no mês de Novembro ou Dezembro. Além de oferecer melhores condições de trabalho, tais como: EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual), óculos, binóculos, bóias, coletes, cintos salva-vidas, entre outros. Insumos básicos: água potável, protetor-solar e rádios de comunicação com a Sede da Guarda.

Houve entendimento entre ambas as partes, o que resultou pelo fim do movimento. Ainda durante a reunião, a categoria afirmou que a partir do próximo final de semana (20), já vão estar com os serviços de patrulhamento disponíveis aos banhistas da capital.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários